[MUSICA] Faixa a Faixa :: Green Day – “¡Dos!”

Sou fã do Green Day. Dito isso, desde que ouvi no meio do ano que eles lançariam três álbuns até o fim de 2012, fiquei animado mas cauteloso porque poderia ser nota falsa. O tempo passou e cada vez mais surgiram indícios de que a notícia era real e meu fim de ano seria mais foda que o normal pelo fato de ter não 1, mas 3 álbuns de uma das bandas mais fodas do planeta!! #fandtected

Primeiro, veio o “¡Uno!” e não sei porque não escrevi um faixa a faixa como estou escrevendo agora. Enfim, se só tivesse aquele álbum já tava de bom tamanho pois lá tem uma porrada de singles de GRANDE potencial (Se você acompanha esta página já notou que os caras lançaram um clipe por semana do álbum)! Com o lançamento do álbum, a banda anunciou uma turnê com shows nos USA até Março/2013 e partiu pra maratona de divulgação. Entretanto, no meio do caminho, o vocalista Billie Joe teve que ser internado as pressas numa clínica de reabilitação por problemas alcoólicos (Onde se encontra até o fechamento desta matéria) e, consequentemente, ocasionou no cancelamento de todos os shows e apresentações agendadas. Para diminuir a bronca dos fãs “mimimi” e compensar a eles e a todo o resto pela fase atual do cara, a banda decidiu por antecipar o lançamento de “¡Dos!” em mais de um mês e o álbum está pronto pra sair. Mas como não se pode esconder nada na internet, anteontem (05/11) o esperado aconteceu e o álbum finalmente vazou! Sou o tipo de fã que vai esperar o terceiro CD sair pra comprar todos numa embalagem especial e negociar com o Satanás o preço dos kit, já que vai passar longe de ser barato. Fã que é fã paga. Como a curiosidade bate mais forte, já ouvi o álbum e decidi relacionar faixa a faixa minhas impressões sobre o novo trabalho do Green Day. São opiniões pessoais e estão fogem à tentativa de manipular quem quer seja em relação ao álbum ou a banda. Chega de papo e bora começar que o som é bom!

1. See You Tonight

Com uma acústica distinta do restante do álbum, “See You Tonight” tem pouco mais de 1 minuto de duração e funcionaria perfeitamente se não destoasse tão drasticamente da faixa seguinte. Uma escolha estranha pra abrir um álbum tão animado.

2. Fuck Time

Minha preferida do álbum. É a essência do Green Day das antigas, guiadas por ótimos acordes de guitarra. É o som que, de cara, você sabe de que banda é… Foda. Espero que vire single. Esta é a “Kill the DJ” de “¡Dos!”.

3. Stop When The Red Lights Flash

Seguindo o gás de “Fuck Time”, o refrão repetitivo “I’ll make you surrender” da faixa fica na cabeça, não de um jeito “Call Me Maybe”. Let then surrender you.

4. Lazy Bones

Um Green Day que canta descompromissado com uma letra voltada pra quem já deu tudo o que tinha que dar no saco. A introdução lembra muito “Poprocks & Coke” do “International Super Hits!”.

5. Wild One

Aqui a banda desacelera o ritmo, aparece a primeira “semi-balada” (Porque não é uma música necessariamente lenta) do álbum. Apesar de mediana, uma coisa é certa: Essa “wild one” não paga pra ser uma “rebel girl”.

6. Makeout Party

O que se pode esperar de uma música chamada “Festa da Pegação”? O refrão “oh, kiss me there”! Hahahahahahaha! E vocês acharam que a “fase punheta” do Green Day tinha passado… Outra ótima faixa!

7. Stray Heart

O primeiro single deste álbum lembra em muito o single “Oh Love” do álbum anterior, “¡Uno!” (Curiosamente, também primeiro single de trabalho). Nesta o trio toca sobre precisar de alguém inalcançável. Boa música.

8. Ashley

A primeira mulher de “¡Dos!” é uma das agitadas mais legais do álbum. Capta bem a loucura dos caras nos últimos álbuns com uma personagem que não para de correr após “chorar sobre um corpo sangrento”.

9. Baby Eyes

Muito boa! Segundo a letra, é impressionante o  que “baby eyes” pode te levar a fazer… A última palavra evidencia o que digo.

10. Lady Cobra

Introduzida por uma risada feminina, a Lady Cobra deixa Billie Joe e sua trupe entorpecida de tesão nesta que é a letra mais maliciosa do álbum.É a música do refrão “I just want to be your friend”.

11. Nightlife

A música nóia do álbum. Tem vocais femininos em auto tune enquanto os do trio parecem desgastados e desmotivados. Apesar de tudo, a mistura ficou interessante, quase boa. É aquela faixa que enjoa fácil.

12. Wow! That’s Loud

Antes de começar: Que tipo de nome é esse!? Hahahahaha! Os caras são muito figuras! A “Wow!”, apesar de anunciar, é uma das menos barulhentas da list, apesar dos riffs ANIMAIS no meio da música. Ela passa aquela sensação de “já ouvi isso em algum lugar”.

13. Amy

Uma das faixas mais aguardadas da banda é esta que foi escrita por Billie Joe após a morte de Amy Winehouse. Essa faixa não é novidade pois pouco tempo após o funeral a banda disponibilizou a faixa em forma de homenagem ao legado cantora. A música é o tipo de uma balada com letra totalmente voltada aos conflitos de Amy e questionando por que a cantora teve que partir tão cedo. Uma das melhores do álbum.

Um dos álbum mais animados do Green Day venceu e pecou pelo mesmo fator: A semelhança entre as faixas. Em alguns momentos não é evidente que se a música já terminou ou não! Dá pra ver que eles tiveram um puta cuidado com isso e o resultado no fim foi muito positivo. Senti falta de uma “Good Riddance” mas, dado a sintonia do álbum, é compreensível porque uma música dessas ficou de fora da tracklist. De qualquer forma, o Green Day entregou um presentão de Natal para seus fãs com o lançamento destes dois álbuns. E esperemos pelo “¡Tré!”!

Anúncios

2 comentários em “[MUSICA] Faixa a Faixa :: Green Day – “¡Dos!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s