[SERIES] NASHVILLE :: 1×08 e 09 – “Where He Leads Me” // “Be Careful of Stones That You Throw”

Nashville

Assim como avisa o título, “cuidado com as pedras que atira”.

Vamos de dobradinha de Nashville pra explicar/entender melhor o que aconteceu nos dois últimos episódios do seriado. Comecemos pela protagonista: Ao descobrir os podres do marido logo após o show com Juliette, Rayna e Teddy tem a conversa que deveriam ter anos atrás, onde as cartas do cara estariam na mesa para esposa julgar qual seria a melhor decisão a tomar. Dado o novo panorama, ela decide manter-se firme publicamente em relação ao marido, demonstrando todo apoio que se espera “da mulher do prefeito”. Pessoalmente, o panorama é oposto: A turnê em parceria com Juliette não poderia ser marcada em melhor hora, já que ocasiona sua saída repentina do cenário conturbado que tem vivido em casa (Principalmente depois de Teddy abrir ao público que sua filha mais velha não é dele. (Avisem o Ratinho Deacon). Os melhores diálogos do seriado, sempre, são com Rayna e Juliette em cena (Perdendo algumas vezes para suas conversas “afiadas” com seu pai. Aliás, tô pra ver série que os protagonistas odeiam mais a família que aqui). Agora é esperar pra ver como será a turnê da “rock of ages” com a “noiva em fuga”.

Uma vez mais Juliette Barns prova sua instabilidade (Em qualquer sentido) com as atitudes aqui assistidas: Ao persuadir o salame do Sean de todas as formas, a piriquita’s on fire fala mais alto e faz a cantora pedir o atleta em casamento (A atitude vai também como uma forma de resposta a afronta que a mãe do cara lhe fez, sugerindo que aquela família não teria espaço pra ela). Em seguida, eles fogem pra Vegas, se casam e trepam na limusine horas antes dela gravar o dueto com Rayna. O grande divisor de águas para a concretização da turnê foi o sucesso estrondoso que a parceria delas fez online, lançando-as em altas posições nos charts musicais. O que é legal de assistir é a forma como Rayna toma conta da situação, principalmente quando faz Barns acreditar que tem o jogo na mão. Enfim, com a agenda apertada devido a turnê e seu casamento religioso (Imposto pela família do noivo) se aproximando, ela percebe que não está feliz com a situação e o cara não é… o cara. O que fazer? Abandonar o quarterback no altar definitivamente não é a melhor opção mas é a tomada pela cantora, que segue vestida de noiva para seu jatinho, rumo a turnê que começará no dia seguinte. Não vejo o futuro mas fica claro que essa história está longe de acabar. Watch your back, Barns.

Chegamos ao ponto “sacal” do show: O triângulo Avery x Scarlet x Gunnar. Do Gunnar tem pouca ação e muita cabacisse, já que ele termina com a mina que apoiava ele pra correr atrás da sonsa da Scarlet, que corre do cara após ele se declarar e beijá-la. Sabem como isso termina? COM ELA DANDO PRO AVERY. Porra! Merece ser corna! Depois de trepar com o cara, ela descobre que o roqueiro conseguiu um contrato individual em LA e demitiu seus camaradas de banda. De repente, não menos que do nada, ela retoma a consciência e diz pro cara vazar de vez já que ele “só sabe machucar os outros”. Depois da chifruda “fornecer” uma vez mais, decidiu dar lição de moral… Sifudê. No fim, ela se torna vocalista na banda que costumava ser do ex; O ex grava seu CD enquanto vê online a performance de Scarlet na banda que já foi sua; O trouxa do Gunnar fica esperando Scarlet voltar pra que ela dê um chance pra ele. Esse trio devia montar uma banda circense.

Confira abaixo a promo do décimo episódio de “Nashville”:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s