[SERIES] NASHVILLE :: 1×13/14 – “There’ll Be No Teardrops Tonight” e “Dear Brother”

Nashville

Entre canções certeiras e personagens de caráter questionável, “Nashville” dá a audiência esperança quanto a uma segunda temporada.

Estes dois episódios deveriam chamar “Rayna Goes WILD” ou algo tipo. Ao descobrir pela filha que levou um par de chifres do marido, a cantora encurrala Teddy pra tirar a história a limpo e contesta a versão de Maddie. É a declaração de um casamento que já acabou a algum tempo. Li alguns colunistas apontarem fortemente o dedo pro, agora, ex-marido dela e achei as acusações bem… feministas (pra não dizer machista. Continua lendo…): O cara traiu a mulher com a Peggy, ok. Mas a mulher também deu suas voltas durante o casamento com o Deacon e o Liam. A única diferença é que o prefeito de Nashville comeu a secretária, porque as insinuações e cantadas rolaram (E foram retribuidas) por ambas as partes. Não dá pra tomar partido. Nesse quesito, os dois estão comprometidos e acabou, não tem melhor nem pior. Isso fica ainda mais evidente depois que a cantora é beijada por Deacon e sobe pro quarto do Liam, tendo uma crise bebassa no banheiro antes do cara “marcar o gol”! Por ser uma pessoa pública, não demora muito a imprensa cair de pau em cima da história vivida por Rayna e Teddy, estampando em suas revistas sensacionalistas matérias com o intuito de queimar o filme da veterana do country. O inesperado apoio do pai à cantora teve pouco apelo e pareceu deslocado diante da relação dos personagens. Aliás, tá aí um personagem que paga de fo*ão mas até agora não alternou rumo nenhum na vida dos personagens (Afinal, o Teddy levou o posto de prefeito por mérito próprio e descartou o cara na primeira oportunidade, chamando seu concorrente Lamar para ocupar o cargo de vice-prefeito da cidade. Well done.). Fica a dúvida: Quantos episódios serão precisos ainda pro casal Rayna/Deacon firmar longe da presença “ameaçadora” de Liam?

Com outros tipos de problema, chega na lanterninha a “concorrente” musical (E pessoal) de James. Atualmente sem empresário, Juliette Barns descobriu que a “nova liberdade” é o que tem procurado a alguns episódios e aproveita o tempo livre pra mandar e desmandar no andamento da turnê. Nesse meio tempo, decide organizar uma festa surpresa pro Deacon. Acredito que esse plot deveria ser o responsável pelo bom nível do episódio, mas acabou por ser um tiro em pé de maratonista! O aniversário ficou perdido pelo episódio, a reação dele com a festa não chegou perto de ser desprezível (Como fora anunciado) e, como toda festa em bar, teve alguém de porre! A bo*ta é que essa pessoa a mãe alcoólica de Barns. Outra história mal amarrada (Mas no caminho de se ajeitar) é essa: Quem, em sã consciência, deixa de participar de uma reunião pra ajudar a mãe que enfrenta uma situação BARRA pra organizar uma festa? Por maior que seja o rancor, alguns fatores devem ser separados e ponto. A história de Jolene parece que melhorará com a aproximação da filha, mas acredito que os roteiristas ainda jogarão situações beirando o ridículo pra ilustrar essa relação que demorou a se resolver.

Uma das coisas que demorou mas aconteceu foi o casal Gunnar e Scarlett: Após passar uma temporada na casa dos dois, o irmão ex-presidiário do cara leva a pior e acaba assassinado debaixo de uma ponte da cidade. Horas antes, Gunnar joga numa ponte a arma que o irmão poderia ter usado pra se defender do ataque. A história é marcada pela cena do cara identificar o corpo do irmão no IML e, ao chegar em casa e contar pra Scarlett o ocorrido, ganhou um beijo e um “vem cá minha nêga” que o episódio não exibiu. Sabe aquele ditado “precisou morrer pra acontecer alguma coisa”? Então. Foi o caso. De antemão vem 0 cu*ão do Avery, que abriu mão dos empresários por acreditar que “não se moldará a indústria para manter a essência”. Só se esquece do fato que quando a mantinha, vivia duro e no rabo de saia da ex. Ele o pai da Rayna poderiam sair do seriado que ó… Não fariam falta. Fora que o cara flertou com a ex do Gunnar (Anos-luz melhor que a Scarlett), antecipando um possível envolvimento. É esperar pra ver.

Confira abaixo a promo do próximo episódio de “Nashville”:

Anúncios

Um comentário em “[SERIES] NASHVILLE :: 1×13/14 – “There’ll Be No Teardrops Tonight” e “Dear Brother”

  1. Ó, casal Rayna/Deacon não tá com nada, sinceramente. Tô torcendo muito pra ela ficar com o Liam lindo da minha vida *——–* Nem preciso dizer que fiquei freaking out quando eles se beijaram no 13º ep.
    Scarlett e Gunnar, finalmente, mas tenho uma quedinha pelo babaca do Avery. Sempre gosto quando ele volta e estraga a sintonia Scarlett e Gunnar, só pelo prazer de ver as coisas se encaixando de novo… aushaushauhs
    Ansiosíssima pelos próximo episódio *——-*

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s