[MUSICA] TOP5: Covers -quase- melhores que suas versões originais!

Deus abençoe a Internet! Nunca houve um espaço onde as pessoas pudessem expor seus talentos de forma tão simples e descompromissada e receberem o retorno público de maneira tão direto e sem rodeios. Uma das coisas que mais gosto de ver online são as versões de músicas conhecidas. P*rra, que galera talentosa! Queria eu ter metade do talento vocal que vira e mexe esbarro na rede. O post de hoje vem de dividir com vocês 10 covers que são melhores tão boas quanto suas versões originais:

1. Radioactive – Lindsey Stirling & Pentatonix

E se decidissem dar uma visão mais “clássica” para o grande hit do Imagine Dragons? Foi essa a intenção na união de Stirling aos caras do Pentatonix. Lembro que quando lançaram o video, mó galera divulgou e isso impulsionou a carreira de todos (Inclusive dos Dragons). Não é pra menos, ficou muito f*da!

2. Heartless – Kris Allen

A oitava temporada do reality show “American Idol” presenteou a audiência por suas razões: Por apresentar ao mundo Adam Lambert e por esta versão do vencedor da edição, Kris Allen. O programa é conhecido pelas versões de canções conhecidas mas, sempre que pode, derrapa FEIO nas “homenagens”. Quando feliz, a versão exibida fica na cabeça (E no MP3!) da galera por muito tempo! Foi o caso da “Heartless” de Allen: Ao pegar um hit de Kanye West, o cara conseguiu triplicar a qualidade da música! Que sabe, sabe.

3. Chasing Cars – Haley Klimkhammer

Conhecida pela versão do Snow Patrol, a balada “Chasing Cars” toma uma nova proporção ao encontrar a tranquila voz de Haley Klimkhammer. Eu nunca tinha ouvido falar dela, mas ao acessar seu canal é possível encontrar versão de quase tudo que é música conhecida. Pelo que vi, ela manda bem no que faz. Talento é isso.

4. Lithium – Pia Ashley

Como melhorar uma música que já atingiu o máximo satisfatório? Sinceramente, uma das vozes mais bonitas que lembro de já ter ouvido é da Amy Lee do Evanescence. Arrisquei procurar um cover da banda pra ver como a galera mandava diante de uma voz tão poderosa quanto a de Lee: Fato é que nenhuma bate de frente. Ponto. Mas uma versão que é tão boa quão descente para o repertório da banda é essa da Pia Ashey. Quando chega perto dos 2:50 então, fica claro que o caminho da mina é continuar cantando que o sucesso é consequência!

5. Crazy In Love – Iyes 

Uma das coisas mais fodidas que a galera faz online e “desconstruir” uma música e entregar uma completamente nova: Ou fica muito ruim ou fica muito bom, não há resultado mediano. Felizmente, a Iyes teve uma sacada genial ao transformar a agitada “Crazy In Love” da Beyoncé e transformá-la numa baladinha. P*rra, o quão do caralho não ficou!? Pirei no efeito sonora da arma! Como dizem nossos amigos norte-americanos, ficou “masterpiece”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s