[FILMES] MAD MAX :: Vem mais 2 filmes por aí!

Eu vivo, morro. Vivo outra vez!” – Nux

É amigos, a “corrida”não terminou: Teremos mais dois filmes da franquia “Mad Max” por aí! E quem revelou a novidade não poderia ser uma fonte mais confiável que o criador da história e diretor do último filme, George Miller! Durante as gravações de “Mad Max: Estrada da Fúria“, George acabou criando não um, mas DOIS roteiros novos para o personagem Max.

O título do próximo longa será “Mad Max: The Wasteland“, mas ainda não foi batido o martelo sobre qual dos dois roteiros será a próxima aventura a chegar às telonas.

Então, acabamos com dois roteiros, sem nem mesmo tentar”, conta o criador da franquia. “Estamos conversando com o estúdio, mas qual dessas histórias vai acontecer a seguir, não tenho certeza”.

Se vai ter mais “Mad Max”, ao menos mais esse “freela” o Tom Hardy já abraçou, mas a pergunta que não quer calar é: Vai ter mais Charlize Theron também?? #VemFuriosaVem

Confira abaixo o trailer da obra-prima “Mad Max: Estrada da Fúria“:

Anúncios

[HUMOR] 30 fantasias para você se destacar neste Carnaval!

E o Carnaval chegou de novo… Apesar de parecer mais rápido que o do ano passado, demorou exatamente 1 ano. E com ele, a galera já começa a aquecer suas redes sociais com trechos de marchinhas, a confirmar eventos diversos (de bloco de rua a bacanal, hahaha) mas não se atentam a um dos pontos que motivam a comemoração: putaria fantasia! As fantasias mais criativas naturalmente chamam mais atenção. Na empresa que trabalho, rolará um evento a fantasia daqui alguns dias e ainda não sei do que vou. Ao descer o search no Google, achei muita coisa diferente e reuni as mais figuras pra mostrar pra vocês! A seleção ficou bem democrática, pra dizer o mínimo! Confira abaixo as~melhores~da rede se você, por caso:

1. Sempre quis ser adotado por uma celebridade.

2. É vidrado nos filmes do Tim Burton.

3. Tem muita energia pra gastar.

4. Pretende ser um dos maiores casais do showbiz, nem que por uma noite.

5. Pretende fazer alguém gostar de seu desenho preferido desde cedo.

6. É conhecido pela galera por ser “cabeça dura”.

7. Vai pra festa direto do trampo.

8. Quer demonstrar pra todos que a relação de vocês tem perfeita simetria.

9. Que acha que a paternidade é “música para os ouvidos”.

10. Tá doido pra “espalhar seus dados” por aí…

11. Sempre quis participar de um filme que poderá se assemelhar ao fim da sua noite, fatalmente.

12. É ligadão em comida mexicana.

13. Pretenda gerar uma crise de identidade no seu animalzinho.

14. Conhece alguém sem criatividade, porém gostosa e peituda.

15. Não ser obrigado.

16. Não supera os anos 80.

17. Sempre teve o sonho de ter uma lagosta a mesa.

18. Acredita que a filosofia de vida Lego se adequa mais ao seu perfil.

19. Acha que chegou a hora de despertar “o cisne” de dentro de você…

20. Chama seu filho por apelidos que abrem o apetite.

21. “Sempre quis” montar numa bola de destruição.

22. Sempre sonhou viver um filme noir.

23. Se fantasia agora já pensando no Halloween.

24. Quer ser FODA sendo uma pintura do Banksy.

25. Nunca superou algum desenho da Disney.

26. … ou tirinha de jornal.

27. Nasceu pra ser um Transformer.

28. Gosta dos heróis, MAS OS VILÕES…

29. Ir igual seus amigos mas, mesmo assim, diferente.

30. Decida que, de fato, não vai terminar este baile sozinho!

[FILMES] TOP 10: Trailers divulgados no intervalo do Super Bowl 2015!!

A final do Super Bowl chegou e passou! Teve vitória dos Patriots, show da Katy Perry e para algumas pessoas, isso bastou. Mas não para este que vos escreve: Todo ano, milhares de comerciais e trailers estreiam no intervalo comercial da final do campeonato de futebol americano, que é sempre a maior audiência do ano (todo ano)! Alguns anos atrás, fiz um apanhado geral destes comerciais e publiquei pra vocês. Este ano, decidi fazer diferente: Junto com estes comerciais, os principais estúdios de cinema aproveitam a maior audiência do mundo para “dar luz” a suas principais estreias da temporada. Tratam-se de versões reduzidas de trailers, com até 1 minuto de duração. Este ano não foi diferente e, dentre os que saíram, você confere abaixo uma relação bem democrática dos 10 principais trailers exibidos na noite deste 1º de Fevereiro:

1. Minions

2. Furious 7 (Saga Velozes e Furiosos)

3. Ted 2

4. Terminator: Genisys (Saga O Exterminador do Futuro)

5. Pitch Perfect 2 (A Escolha Perfeita 2)

6. Jurassic World (Saga Jurassic Park)

7. The Bob Sponge Movie: Sponge Out Of The Water (Bob Esponja, o Filme)

8. Insurgente (Insurgent)

9. Tomorrowland

10. Kingsman: The Secret Service

[FILMES] “Grandes Olhos” (“Big Eyes”, 2014)

Os olhos, fatalmente, são a janela da alma.

Elenco: Amy Adams, Christoph Waltz, Krysten Hitter, Jason Schwartzman e grande elenco.

Direção: Tim Burton

Gênero: Drama

Méritos motivam. A partir desta afirmação, entremos de supetão na vida e história de Margaret Ulbrich (Amy Adams) e Walter Keane (Christoph Waltz): Recém-separada e com uma filha pequena para cuidar, Margaret abandona a antiga vida e chega a uma nova cidade para recomeçar um antigo projeto: lançar-se como pintora e, se rolar, sobreviver da arte. Ao expor numa praça a céu aberta, conhece o pintor calhorda Walter Keane (Waltz). O encantamento é imediato e, em pouquíssimo tempo, o sobrenome Ulbrich muda para Keane. A vida parece começar a entrar nos trilhos quando a ideia de Walter expor seus quadros e da esposa num famoso restaurante da Califórnia vinga e, após uma briga dele com o dono do estabelecimento, os obras tomam conhecimento do grande público. Em questão de pouco tempo, todos querem uma obra de Walter… pintada por Margaret. Não entendeu? Eu posso explicar: Ao comercializar suas pinturas de ambientes e os retratos de olhos grandes da esposa, ele toma o crédito como criador de ambos segmentos, como se Margaret nem soubesse como pegar num pincel. Quando acontece a primeira vez, sra. Keane pede para que o marido nunca mais faça isso mas com o boom que os olhos grandes dão no mundo da arte, voltar atrás e dizer que os quadros na realidade eram pintados pela mulher não parece uma opção para Walter.

waltz

O filme retrata bem uma sociedade machista, que prioriza o trabalho masculino ao feminino mas, sinceramente, isso não é novidade é? Hoje mulheres tomam a frente em diversas empreitadas e se sobressaem a muitos caras mas, na época que o filme acontece, as coisas eram diferentes e a mulher era criada para ser mãe e dona de casa. Margaret decide tomar o rumo da própria vida mas, quando sai de um casamento arruinado, acaba em outro.

O sucesso das obras de olhos expressivos é cada vez maior: Walter agora é proprietário da Galeria Keane e conhecido mundialmente pelas criações da mulher que, cada vez mais, anula a si própria e não abre nem para a própria ser a autora das obras garantia do retorno financeiro dos Keane. O ponto alto da relação autodestrutiva do casal chega quando Walter oferece a possibilidade de “criar uma arte” para figurar no prédio da UNICEF: Trata-se de um quadro enorme, que coloca a real pintora a um estágio físico e psicológico próximo a um colapso. Após uma forte discussão, Margaret decide que aquela situação abusiva precisa acabar e… O filme está em exibição na maioria dos cinemas de todo o Brasil! Hahahahaha! Contar mais da história é entregar spoilers valiosos para o desfecho do longa.

Falar de um filme do Tim Burton é e sempre será uma tarefa de complicada. O diretor tem uma fanbase xiita forte e, qualquer opinião que vá contra “a genialidade” do cara, é tomado como ofensa pessoal. Felizmente, “Grandes Olhos” surpreende: A maneira tranquila e delicada que Adams dá vida a protagonista é extremamente crível (E incrível). Não entendi pq a interpretação dela foi barrada na relação de indicadas ao Oscar  (Aliás, alguém me explica o que foi a indicação da Rosamund Pike para melhor atriz por “Garota Exemplar”? Não entendi. Puta filme chato e a Amy de Pike foi de dar sono).

Falando em indicação ao Oscar, a dobradinha Burton-Waltz não garantiu também uma indicação ao colecionador de indicações (e estatuetas), mas aí é compreensível: Walter Keane ficou exagerado. Ele poderia até ser exagerado na vida real de fato, mas no filme ficou um pouco demais. O bon vivant de Christoph entrega uma opção legal de entretenimento mas TÁ LONGE de ser um dos personagens inesquecíveis da carreira do veterano. Esta, junto a canção-tema do longa interpretada pela Lana Del Reyvotril são as únicas ressalvas negativas que faço pra mais este campeão de bilheterias de Tim Burton. A interpretação de Jane, filha de Margaret, também valem o comentário: São duas interpretações (uma criança, uma adolescente) e ambas arregaçam (Mais a da criança, que passava na telona exatamente a tristeza que a mãe pintava em suas obras).

É difícil assistir a um lançamento do Tim Burton sem expectativa: A obra-prima (e meu filme favorito) “Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas” (“Big Fish”, 2003) foi um dos maiores acertos da carreira do excêntrico diretor, comparativo para tudo o que viria de lá em diante. A merda referente a comparações fede exatamente neste ponto: Nenhuma outra obra lançada desde então bateu a emocionante história entre pai e filho (Falando de longas, claro. As animações “A Noiva Cadáver” (“The Corpse Bride”, 2004) e “Frankweenie” (2012) vieram depois e são legais também). Vale a pena citar que Burton é a mente por trás do megalomaníaco blockbuster “Alice no País das Maravilhas” (“Alice In Wonderland”, 2010) e do indigesto remake de “Sombras da Noite” (“Dark Shadows”, 2012), para provar que gigantescos orçamentos nem sempre são sinônimo de boas obras e, por fim, o cara também atira no próprio pé…!

 

margarets

Margaret Ulbrich (verdadeira e na telona)

 

 

Finalizo afirmando que o filme, apesar de apresentar um lado sombrio psicológico distinto de outras obras do diretor, é uma das boas obras de Burton e com certeza entrará pra minha coleção. O filme, como citado acima, está em cartaz nas principais salas de cinema do país e abaixo você confere o trailer do longa para entender melhor a retratação cinematográfica dessa história, baseada em fatos reais:

[SERIES] THE FLASH :: Confira o novo pôster da série!

Como se fotografa um relâmpago!?

O canal norte-americano CW, responsável pela exibição de episódios inéditos da série nos EUA, disponibilizou online o novo pôster de sua grande estreia da temporada, “The Flash”. Confira abaixo:

flash_ver2_xlg

A série ainda não foi renovada, mas a emissora encomendou uma temporada completa (22 episódios) para a estreante que hoje é a principal audiência do canal, responsável também pela exibição de “Arrow”, “The Vampire Diaries” e “Supernatural”.

[FILMES] “Mesmo se Nada Der Certo” (“Begin Again”, 2014)

Para haver mudança, mude.

Elenco: Mark Ruffalo, Keira Knightley, Adam Levine, James Corden, Haileen Steinfeld, Yasiin Bey, Catherine Beener, Cee-Lo Green e grande elenco.

Diretor: John Carney

Gênero: Drama

O dia não foi dos melhores. Foi um daqueles que você se vê obrigado a lidar com você e, se der, sair vitorioso. Julguei que pegar um cineminha seria uma boa pedida pra espantar a bad e, de fato, não podia ter acertado mais a mão que neste aqui!

O longa conta duas histórias que colidem para mostrar que para se começar algo confiança é o mínimo exigido pra se chegar a algum lugar. De começo conhecemos Dan (Rufallo), um cara que falhou como pai e perdeu seu caminho como produtor musical de grandes artistas. O cara é uma bagunça! Ao chegar na produtora que fundou com um sócio, o cara despede ele na frente da própria filha, que já não vê o pai como uma espécie de super-herói… Ao deixar a filha em casa e passar o dia de bar em bar, ele acaba num pub que o “acorda para uma nova realidade”: E essa realidade canta bem e vem com a cara de Keira Knightley! A atriz dá vida a Gretta, uma compositora deixada pra trás pelo até então namorado rockstar Dave (Levine), que arrisca pela primeira vez assumir os vocais de uma canção autoral no mesmo local que Dan chora as pitangas.

Um dos principais fatores que fizeram o produtor musical se perder ao longo do tempo foi a quantidade de artistas pré-produzidos que chegavam pra analisar se valia a pena ou não assinar um contrato. Essa crítica do filme não podia ser mais atual e se você tem dúvidas, liga uma rádio a lá Jovem Pan que você vai ouvir músicas de refrão repetitivo que ninguém lembrará em cerca de 10 anos. O trabalho de Dan era trazer a luz do dia talentos que seriam consideráveis a longo prazo mas, cadê eles? A questão foi respondida de imediato ao ouvir a voz de Gretta naquela noite. O cara não bobeou e já ofertou produzir um álbum da agora cantora, mesmo ciente que acabara de ser despedido de seu alto cargo.

Juntos, eles tem a brilhante ideia de gravar todo álbum nas ruas de NY, com os mais diversos sons ambientes justamente pra dar essa visão crua e unplugged das canções/voz de Gretta. Durante o longa, é impossível não torcer pelo sucesso da dupla só pelo empenho que eles depositam na empreitada. Sinceramente, deu vontade de levantar e fazer algo FODA (Mas esperei o filme acabar, tava muito legal)!

Geralmente,em minhas resenhas, conto a história do filme do início ao fim. Hoje vou fazer diferente e só dar o hotspot do que esperar deste que já se tornou um dos meus filmes preferidos (Entrou pro TOP10!) e só confirmou que o John Carney é O CARA! A mágica do cinema é isso: Enormificar coisas comuns de maneira que, por si, elas tomem alta proporção. Não vou bancar o calhorda e dizer que não piro em títulos “blockbusters” pq isso seria uma mentira braba! Mas encontrar um filme desses, quase por acaso, é um achado. Um dos diálogos dele diz que atualmente “existe muito cordão mas poucas pérolas”: Porra! É ou não é verdade!? Essa metáfora pode ser usada em N aspectos e mesmo assim não perder seu sentido. Tenho vivido um período “vulnerável” atualmente, depositando esperança e esforços em pessoas e ocasiões que não são tão brilhantes quanto demonstram de início. Como se eu visse pérola onde é só cordão, sabe? Esse filme é realmente animal.

O filme “Begin Again” chegou ao Brasil com o título de “Mesmo se Nada Der Certo” e não entendi pq não traduziram pra “Recomeço”, “Tentar de Novo” ou alguma parada do tipo. O título ficou longo e pouco funcional. O diretor do longa (John Carney) é o mesmo do excepcional “Once – Mais Uma Vez”, um dos meus filmes preferidos por transformar uma história simples em extraordinária. É claro que o elenco engrandeceu o filme e até a atuação do vocalista do Maroon 5 surpreende positivamente! Aliás, em dado momento do filme, pareceu uma reunião de técnicos do The Voice USA com a entrada do figuraça Cee-Lo Green em cena (Aliás, ele interpretou ele mesmo certo?). Uma coisa dita atualmente a respeito do longa é que “ele é o filme do cara do Maroon 5” e isso é bem relativo: Fato é que o Adam Levine participa do filme mas ele não carrega a história nas costas. Se você não gosta do cara ou da banda, puxa de dentro um fator superativo: O longa vale a pena. E vai tranquilo que não é por conta dele. Mesmo pq a trilha sonora do filme é foda e ele é pouco responsável por esse pedaço do bolo, apesar de levar na moral a sensacional “Lost Stars”.

Os grandes destaques de “Mesmo se Nada Der Certo” são de fato Keira e Rufallo! Vem cá: Só eu que a princesa da saga “Piratas do Caribe” SABE cantar? Tipo, cantar e mandar bem! Foi a primeira surpresa quando, logo nos minutos iniciais do filme, ela abre a boca. O som da personagem é bem indie e ela manda BENZAÇO! Não torço pra isso, mas de repente se ela tentasse lançar alguma coisa no segmento, podia até ganhar certa relevância (antes flopar nos charts, como acontece com todos os outros. É a vida). Agora falando Mark Ruffalo, me responde uma coisa: Durante o filme, você lembrou do Hulk? E do cara que vê a fantasma em “E Se Fosse Verdade”? E “Ensaio Sobre a Cegueira”, “Códigos de Guerra” então? NÃO, não lembrou! É foda assim esse cara. Você simplesmente não lembra dele em nenhum outro papel pq cada personagem tem personalidade própria e ele arregaça em cada um.

Confira abaixo o trailer de “Mesmo se Nada Der Certo” e, assim que tiver uma brecha, não deixe de assistir:

[FILMES] O elenco de “A Culpa é das Estrelas” desenha o que acreditam ser… amor!

Baseado no bestseller de sucesso, o filme “A Culpa é das Estrelas” (“The Fault In Our Stars”, 2014) mal chegou aos cinemas e já causa comoção. Ao conferir a estréia de “Malévola” (Confira a resenha AQUI), o trailer deste aqui passou e, em seu decorrer, ouvi choro de mais de duas mulheres. E era o trailer, PQP! Prevejo que como toda obra literária retratada na telona, “A Culpa” seja um enorme sucesso de público! Se assim como eu, você não sabe bem o que tava rolando, pega abaixo a sinopse da história:

Os adolescentes Hazel e Gus gostariam de ter uma vida normal. Alguns diriam que não nasceram com estrela, que o mundo deles é injusto. Os dois são novinhos, mas se o câncer do qual padecem ensinou alguma coisa, é que não há tempo para lamentações, pois, se aceitamos ou não, só existe o hoje e o agora. E assim, com a intenção de realizar o maior desejo de Hazel – conhecer seu escritor favorito – ambos cruzarão o Atlântico para uma aventura contra o tempo, tão catártico quanto devastador. Destino: Amsterdam, o lugar onde reside o enigmático e mal-humorado escritor – a única pessoa que talvez possa ajudar-lhes a encaixar as peças do enorme quebra-cabeça onde se encontram.

Atento a nova febre, o site BuzzFeed.com decidiu desafiar os protagonistas Shailene Woodley, Ansel Elgort e o autor da obra, John Green, a desenharem o que acreditam ser o amor. A atividade foi filmada e você confere aqui abaixo:

O longa “A Culpa é das Estrelas” chega aos cinemas nacionais 6 de Junho de 2014.

[FILMES] Malévola (“Maleficent”, 2014)

Elenco: Angelina Jolie, Elle Fanning, Brenton Thwaites, Sharlto Copley, Juno Temple, Imelda Staton, entre outros.

Direção: Robert Stromberg

Gênero: Fantasia / Aventura

E o “jeitinho Disney” de transformar vilã em princesa…

Filmes “grandes” (No sentido de grandioso e não longo) geram expectativa. Lembro cerca de 2 anos atrás, quando os primeiros boatos que a vilã da clássica animação “A Bela Adormecida” ganharia seu próprio filme. Boatos surgiram e se espalharam numa velocidade assustadora, mas só o fato de alguém levantar a lebre para a possibilidade do longa foi o suficiente para subirem à superfície as mais absurdas histórias. De todas, a que parecia ser mais mentirosa de todas veio a se confirmar mais tarde: Angelina Jolie acrescentaria a sua extensa e foda premiada carreira o papel da protagonista. De repente, todos os holofotes estavam em cima do novo projeto da vencedora do Oscar. A produção teve um trabalho da porra exaustivo ao esconder a caracterização da atriz durante as filmagens, mas com os paparazzis ninjas da atualidade, nada passa ileso. A primeira foto de Jolie caracterizada, embaçada e caracterizada de Malévola ganhava vida em algum tabloide da vida e, confirmava de vez, que a bagaça tava acontecendo!

De lá pra cá, não mais que “em uma piscada”, chegou o final de semana de estréia de “Malévola” na telona. Desde que fiquei solteiro, deixei de ir com a mesma frequência ao cinema (Com exceção a filmes da Marvel, ), mas calhou o convite pra eu acompanhar este aqui logo na estreia. Nada me tirava da cabeça que a frustração vivida por “Alice no País das Maravilhas” de Tim Burton se repetiria aqui (Fique claro: Visualmente o filme é ANIMAL, mas em questão de enredo e interpretações é ó, uma bosta). Aí o filme começou… [ATENÇÃO: Daqui em diante contarei a história do filme, com SPOILERS inclusos. Se não quiser saber antes pra não estragar nenhuma surpresa, essa é a hora de parar de ler. Agora, se não te incomoda saber antes ou já viu o filme, vem comigo…]

O longa reconta o clássico da Disney, porém com a visão da “vilã”. Recapitulando o desenho:

No batizado da princesa Aurora, Malévola aparece e amaldiçoa o bebê, prevendo que em seu 16º aniversário ela espetaria o dedo numa agulha e adormeceria até receber um beijo de amor verdadeiro. O Rei Stefan ordena então que suas 3 fadas madrinhas cuidem da recém-nascida (Aí é fácil ter filho, dando pros outros cuidarem) até a menina ter 16 anos e 1 dia de vida. Ela cresce, espeta o cacete do dedo onde todo mundo mandou ela não espetar, cai dura, o príncipe Felipe mata a Malévola (Dragon version), beija o presunto, ela acorda e eles são felizes para sempre.

Neste filme, conhecemos Malévola na infância: Ela é uma fada (Sim, uma fada mano…) responsável por cuidar de uma floresta encantada, habitada por possíveis pokémons (Tô ligado nos paranauê, Disney) que só fazem coisas legais e peidam erva-doce. Belo dia, ela conhece o jovem Stefan. Ela nunca tinha visto um humano antes e nem ele uma foda, LOGO, se catam. HAHAHA! O rolo dura uns bons anos até o moleque crescer, parar de visitar a chifruda (Literalmente) na floresta da fantasia e ambicionar um lugar de destaque no reino. Ao ouvir que o rei moribundo nomeará seu sucessor aquele que matar Malévola, o cara não mede esforços para voltar a floresta e jogar um papo do tipo “querem te matar, vim aqui avisar, sou mó legal, vem cá minha nega”. A protagonista tem “uma situação” com aço: Assim que ela encosta em qualquer peça do material, ela se queima. Sabendo disso, Stefan saca uma faca para matá-la durante o sono mas amolece na última hora e decide “só” cortar as asas da fadelfa (#notaword, tô ligado). Ele chega com as asas no leito de morte do rei, ganha o direito de se casar com a princesa e assim, ocupar o maior cargo do local. Ao acordar, Malévola percebe que além de levar um pé na bunda, NÃO TINHA NEM ASA PRA COBRIR A BRANQUELA! HAHA! Daí em diante, decide que ao recuperar forças, se vingaria do humano que mais confiou e a traiu da pior forma (#tamojunto). Como falar com os bichos felizes dão mais depressão quando você tá na merda, Malévola decidiu transformar um corvo recém-apreendido por outro humano em… Um humano! Ao salva-lo, já lança que o cara virará o animal que ela quiser, na hora que ela quiser mas, durante o 80% do filme, ele é um corvo-correio responsável por ir ao reino verificar as novidades e contar pra Tomb Raider exú. Nada muito interessante acontece até o nascimento da primeira filha de Stefan. Até aqui, descobrimos uma história que o desenho nunca contou: Se parar pra pensar, o ódio da vilã era mesmo infundável pra chegar no batizado do bebê e jogar uma maldição, de boas.

A cena do batizado é refeita mas, agora, estamos cientes dos reais motivos que levaram Malévola a conjurar a maldição. Diferentemente dela, eu amaldiçoaria o rei ramelão e não  o cazzo do bebê! A lição da traída se dá pelo fato de ver Stefan perdendo o que mais gostou na vida, assim como aconteceu consigo mesma ao perder as asas. Aí ela amaldiçoa Aurora e as fadas “cuidam” da jovem princesa BAIS OU BENOS como o desenho mostra: A inexperiência do trio com criança abriram passagem para que uma Malévola “maternal” intervisse e cuidasse discretamente do crescimento correto do bebê. Em dado momento, Malévola enfeitiça Aurora e a leva para a floresta encantada afim de conhecê-la. No primeiro encontro, ela se mostra e a loirinha diz não sentir medo da aparência da fada, garantindo saber que ela sim é sua verdadeira fada madrinha. Com isso, o coração de Malévola é tomado de assalto e conforme os anos passam, ela se apega cada vez mais a menina. Certa noite, ela vai ao quarto da dorminhoca Aurora para desfazer o feitiço, mas o fato de que ao conjurá-lo declarou que ninguém e nenhuma magia no mundo poderia desfazê-lo a coloca em leve desespero. O aniversário fatal de Aurora aproxima-se e ela sugere que a menina more na floresta com ela, o que é apoiado num primeiro momento. Só que aí ela descobre ser da realeza e, de quebra, se apaixona pelo idiota do príncipe Felipe (Aliás, na moral, já vi príncipe com cara de trouxa MAS ESSE TÁ DE PARABÉNS!! Parece que se esforça, pqp…). Aí ela vai pro castelo antes de seu aniversário e é presa na masmorra pelo próprio pai até comemorar aniversário (#paidoano). Nada a impede de seu destino, e lá vai a enfeitiçada Aurora “meter o dedo onde não deve”. Desmaia e fica na cama de seu quarto. Enquanto isso, o rei Stefan se prepara para a possível visita de Malévola para matar sua filha (Que já tá dormindo de velho, mó trouxa).

Do outro lado do reino, Malévola encontra Felipe e o enfeitiça para que ele dê o beijo em Aurora! É ISSO MESMO: Ela que tentará desfazer o feitiço jogado por si própria! Seria foda se não fosse uma BELA duma cagada! Ela chega ao quarto de Aurora sem grandes dificuldades e testemunha que o beijo do príncipe não é um beijo de amor verdadeiro, como ela queria. A princesa não acorda e as fadas botam o príncipe de pau duro pra fora do quarto. Nisso, Malévola tem o momento mais emotivo do filme ao declarar que gosta realmente de Aurora e não gostaria que isso acontecesse com a princesa, visto que ela não merecia pagar pelo erro de outra pessoa (No caso, seu pai). Antes de partir, ela dá um beijo em Aurora e ao virar de costas, a garota desperta. Logo, o beijo de amor verdadeiro foi dado pela própria “vilã”. Agora acordada, a dorminhoca diz seu desejo de morar na floresta com Malévola e elas decidem sair do castelo. Entretanto, a guarda do rei Stefan dá de cara com elas e atacam Malévola, que faz o corvo se transformar no dragão que conhecemos do desenho. A princesa foge para um cômodo onde, VEJA SÓ, estão guardadas as asas de sua fada madrinha! Ela quebra a redoma e as asas encontram sua dona, livrando Malévola da morte. Dali em diante, pouco acontece e o filme encerra com uma vilã transformada em heroína, sem amarguras no coração, vivendo na floresta encantada com a, agora coroada, princesa Aurora e os bichos felizes (Incluso príncipe Felipe).

O saldo final do filme é positivo: “Malévola” entrega uma boa opção de entretenimento com um roteiro bem amarrado e a convincente atuação de Angelina Jolie. Uma coisa que não entendi e considero uma espécie de “erro de linguagem visual” é o porque a protagonista aparece com o rosto branco em todos os pôsteres e, no filme mesmo, aparece somente pálida. Faltou pós de mico pra filmagem!? E, por se tratar de um filme de fantasia, senti que pegaram muito leve nos efeitos visuais. Não me entenda mal: Os cenários são fodas, mas tenho como comparativo a saga Harry Potter. Lado a lado, a galera da Disney podia ter pesado a mão um pouco mais nesse quesito! Apesar de ter gostado do filme, sinceramente, ele é um daqueles que entra na categoria “filmes legais que vi mas não pretendo ver de novo”. Não por nada, mas por tudo! Confira abaixo o trailer do filme:

[FILMES] Confira o trailer definitivo de “O ESPETACULAR HOMEM-ARANHA 2”!

amazing_spiderman_two_ver6

Definitivamente, 2014 é um ano bom para super-heróis. Para reforçar a afirmação, tenho certeza que os fãs das transições de HQ’s para as telonas “grudarão” na primeira sessão de cinema de 1º de Maio para conferir a estréia de “O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro“! Confira abaixo a sinopse retirada do AdoroCinema.com:

Depois das aventuras de O Espetacular Homem-Aranha (2012), Peter Parker (Andrew Garfield) tenta manter a promessa que fez ao pai de Gwen Stacey (Emma Stone), de que a protegeria sem chegar perto dela. Mas o herói está apaixonado, e não consegue se afastar. Ao mesmo tempo, vários inimigos tomam conta da cidade, e a formatura da escola se aproxima. Neste contexto, surge um novo vilão, o poderoso Electro (Jamie Foxx), para desafiar as habilidades do Homem-Aranha. Mas o amigo da vizinhança poderá contar com a ajuda do velho amigo Harry Osborn (Dane DeHaan), que o ajudará a descobrir novos segredos sobre o seu passado.”

Confira abaixo o trailer definitivo do novo longa de Peter Parker:

O filme “O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro” é assinado pelo competente Marc Webb e chega ás telonas do país em 1º de Maio de 2014.

[FILMES] “SAVING MR. BANKS” : Confira o trailer do filme que conta um capítulo da história de Walt Disney!

Como fica quando a história do criador do estúdio vai parar na telona?

Se tem um estúdio comprometido com filmes competentes é a Walt Disney Pictures. De animações memoráveis por gerações a longas com o que há de melhor em Hollywood, sabe-se bem que produções inferiores são minoria no portfólio do estúdio. Agora, mexer com a história do “dono” do império Disney será o grande lançamento da empresa para o final de ano na telona. O longa contará a história de como o clássico “Mary Poppins” ganhou vida, focando o difícil relacionamento entre Walt Disney e a escritora do conto. Como não poderia deixar de ser, imagens dos parques aparecem neste que tem tudo pra ser um marco na história dos filmes Disney! Confira o trailer abaixo:

O filme traz Tom Hanks como Walt Disney e Emma Thompson como Pamela Travers (A escritora). A partir de  20 de Dezembro/2013, “Saving Mr. Banks” invadirá os cinemas.

[FILMES] Conheça 12 livros que farão barulho ao chegar nos cinemas!

Cinéfilos de plantão, essa é importante: Atualmente, 1 a cada 4 filmes é baseado numa história literária. Se parar pra analisar, a quantidade de blockbusters jogados ao público (De modinha ou não) é enorme e, atenta a tendência, Hollywood não ficou pra trás nos últimos anos, garantindo ótimos retornos financeiros com a adaptação das sagas Harry Potter, Crepúsculo, O Senhor dos Anés e através de histórias marcantes como Bravura Indômita, Histórias Cruzadas ou A Invenção de Hugo Cabret. Com efeitos especiais de “embasbacar” e roteiros competentes, a empresa cinematográfica encontrou nos livros uma forma segura de fazer dinheiro. Entretanto, grande parcela do público só vem a conhecer o livro DEPOIS que virou filme (O que é uma pena, já que muitas vezes o livro supera a história audiovisual – seja ela uma grande produção ou não). Atento a esta preocupação, selecionei pra vocês 10 livros que prometem arrematar as telonas em breve! Se empolgar, procure pelos livros nas principais livrarias do país e fique por dentro das histórias antes que tomem forma nas telonas. Bora conhecer os próximos “blockbusters do momento”?

1. A Culpa é das Estrelas (The Fault In Our Stars), por John Green

História: Hazel, uma paciente de 16 anos com câncer entra num grupo de apoio e se apaixona Augusto, um ex-jogador de basquete amputado pouco mais velho que ela. As mina pira!

Elenco:  Shailene Woodley e Ansel Elgort.

Estréia: Sem previsão até o fechamento desta matéria.

2. O Lobo de Wall Street (The Wolfs Of Wall Street), por Jordan Belfort

História: Conta as memórias de Belfort e como encontrou a decadência na década de 90 após gastar seu dinheiro com drogas e festejando. Colarinho branco também é um dos temas abordados na história que pretende marcar a carreira de seu protagonista, Leonardo Di Caprio.

Elenco: Leonardo Di Caprio, Jonah Hill, Matthew McConaughey, Jean Dujardin, Kyle Chandler, Margot Robbie, Christin Milioti e Jon Bernthal. Produção dirigida pelo monstro do cinema Martin Scorcese.

Estréia: 3 de Janeiro de 2014.

3. A Menina que Roubava Livros (The Book Thief), por Markus Zusak

História: Este conta a história da jovem Liesel e como foram seus três encontros com a Morte na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial. Vale lembrar que o narrador da história é a própria Morte! De longe, um dos longas mais esperados pelos leitores.

Elenco: Sophie Nélisse e Geoffrey Rush

Estréia: 17 de Janeiro de 2014

4. Cidade dos Ossos (The Mortal Instruments: City Of Bones), por Cassandra Clare

História: Aqui vem uma nova saga! Totalizando 6 livros, Cidade dos Ossos será o primeiro longa da série Os Instrumentos Mortais. A história? A jovem Clare, ao sair de uma casa noturna de Nova York, testemunha o assassinato de um jovem por um grupo tatuado. Apesar de ser as claras, aparentemente só ela presencia a o fato. Ao investigar o ocorrido, descobre um grupo que tem por objetivo manter a cidade a salvo de vampiros, lobisomens e monstros do tipo. E a gente feliz, comemorando o fim de Crepúsculo a toa…

Elenco: Lily Collins e Jamie Campbell Bower.

Estréia: 21 de Agosto de 2013.

5. O Jogo do Exterminador (Ender’s Game), por Orson Scott Card

História: Criança prodígio recebe duro treinamento militar na Escola de Combate para, em seguida, enfrentar uma invasão alienígena. Pois é…

Elenco: Asa Butterfield, Abigail Breslin e Harrison Ford.

Estréia: 1º de Novembro de 2013.

6. Os Caçadores de Obras-Primas (The Monuments Men), por Robert M. Edsel

História: Baseado em fatos reais, conta a história de oito soldados que tentaram impedir que Hitler se apossasse de objetos de arte de todo o mundo. O comandante nazista pretendia criar o maior acervo de obras-primas do mundo em terras alemãs, e para isso chegou a ter mais de 5 milhões delas. A princípio, este grupo deveria se dedicar a contornar danos cometidos contra acervos públicos. Com o fortalecimento nazista, ele passou a localizar os objetos roubados ou perdidos. Protagonizado por George Clooney na esperança de uma desejada menção da Academia.

Elenco: George Clooney, Matt Damon e Cate Blanchett.

Estréia: 18 de Dezembro de 2013.

7. The Spectacular Now, por Tim Tharp

História: O filme aborda a mudança de atitude do adolescente inconsequente Sutter Keeley após acordar num gramado ao lado da doce Aimee. Vale lembrar que este longa foi aclamado por público e crítica no festival de Sundance e tem tudo pra entrar na coleção ao entre 10 Coisas Que Eu Odeio em Você e 500 Dias com Ela.

Elenco: Shailene Woodley, Miles Teller, Shailene Woodley e Kyle Chandler.

Estréia: 2 de Agosto de 2013.

8. O Pacto (Horns), por Joe Hill

História: Ignatius Perrish (É, esse é o nome do cara) é acusado erroneamente do estupro e assassinato de sua mulher, Marrin. Um ano após o fato, acorda com um par de chifres (De verdade) que só ele enxerga. De bônus, ao invés das pessoas o repudiarem “seu novo visual”, elas entram numa espécie de transe em sua presença e confessam seus pecados mais cabeludos. Ele tira onda até encontrar com seu irmão que sempre julgou companheiro e dá de cara com a confissão de que o cara sempre soube quem matou de fato a mulher de Ig. Esse livro é altamente recomendável (Aliás, as obras do Joe Hill são fodas), mas temo como a adaptação ficará quando o papel do protagonista vai parar na mão do eterno Harry Potter, Daniel Radcliff…

Elenco: Daniel Radcliffe e Juno Temple.

Estréia: 11 de Outrubro de 2013.

9. Se Eu Ficar (If I Stay), por Gayle Forman

História: Após sofrer um acidente o qual perdeu os pais e o irmão, uma garota em coma tem uma experiência fora do corpo onde tem a dura decisão pela frente de tocar a vida com as percas recentes ou, simplesmente, desistir da vida. Outro filme que promete arrematar o público feminino teen (Comentários na internet dão conta de que “ler o final deste livro antes do filme causará menos irritação na sala de cinema”… Não sou nenhum gênio, mas já imagino o que ela escolhe).

Elenco: Chloë Grace Moretz.

Estréia: Sem previsão até o fechamento desta matéria.

10. The Maze Runner – Correr ou Morrer (The Mazze Runner), por James Dashner

História: Em um mundo pós-apocalíptico, o jovem Thomas é abandonado em uma comunidade formada por garotos após sua memória ter sido apagada. Logo ele se vê preso em um labirinto, onde será preciso unir forças com outros jovens para que possa escapar. Será um novo Percy Jackson?

Elenco: Dylan O’Brien, Kaya Scodelario e Patricia Clarkson.

Estréia: 14 de Fevereiro de 2014.

11. Garota Exemplar (Gone Girl), por Gillian Flynn

História: Thriller sobre uma esposa desaparecida, um marido tão ausente quão suspeito e um caso a ser resolvido. Cansei de ver nos transportes públicos e universidades de SP mulheres carregando um exemplar deste livro. Descobri online que ele foi o responsável por tirar o famigerado “50 Tons de Cinza” do topo dos mais vendidos nos EUA. De saideira, a produtora responsável pela adaptação do livro é da atriz Reese Witherspoon que, com grandes chances, protagonizará o mesmo.

Elenco: Reese Witherspoon.

Estréia: Sem previsão até o fechamento desta matéria.

12. Serena, por Ron Rash

História: Durante a Grande Depressão, os recém-casados George e Serena Pemberton se mudam de Boston à Carolina do Norte, com o objetivo de montar um negócio no ramo madereiro. Quando descobre que não pode ter filhos, Serena começa a perder sua sanidade mental, e então resolve matar o filho ilegítimo que seu marido teve com outra mulher. Vale lembrar que o casal protagonista é o mesmo do premiado com Oscar, O Lado Bom da Vida.

Elenco: Jennifer Lawrence e Bradley Cooper.

Estréia: 18 de Outubro de 2013.

[CINEMA] Confira o novo trailer DUBLADO de “UNIVERSIDADE MONSTRO”!

Acaba de ser liberado pelos Estúdios Disney o novo trailer dublado da continuação “Monstros SA”, “Universidade Monstro”. Confira abaixo:

O longa “Universidade Monstro” aterrorizará nas telonas brasileiras dia 21 de Junho.

[FILMES] Vinte posters MELHORES que os originais!

Na linguagem cinematográfica, o pôster é o cartão de visita do filme ao público. Muitas vezes, os posters utilizam de conceitos que casam com o filme e, muitas outras dão uma entonação que salva ou afunda a película antes mesmo de te apresentar o trailer (Que dirá o filme!). Fiz uma seleção dos 20 posters alternativos mais criativos espalhados pela internet , dá uma olhada!

1. Tubarão
2. Jurassick Park
3. Looper
4. O Hobbit
5. Seven
6. O Espetacular Homem-Aranha
7. Os Miseráveis
8. Bastardos Inglórios
9. Homem de Ferro
10. Drive
11. O Rei Leão
12. Indomável Sonhadora
13. A Coisa
14. Solaris
15. Os Goonies
16. Homem de Aço
17. Dirty Harry (Perseguidor Implacável)
18. Shaun Of The Dead (Todo Mundo Quase Morto)
19. O Segredo da Cabana
20. Indiana Jones e o Templo da Perdição

[FILMES] “TÁ CHOVENDO HAMBURGUER 2” :: Confira o trailer da nova animação da Sony Pictures!

Uma das animações mais criativas dos últimos tempos está de volta! Os estúdios Sony Pictures decidiram dar sequência a bem sucedida animação “Tá Chovendo Hamburguer”. Confira abaixo uma sinopse do site Adorocinema.com para o filme:

Após a desastrosa tempestade de comida no primeiro filme, Flint (Bill Hader) e seus amigos são obrigados a deixar a cidade de Boca Grande. Sem saída, ele aceita o convite de seu ídolo, Chester V (Will Forte), e junta-se à The Live Corp Company, que reúne os melhores inventores do mundo. Porém, quando descobre que sua máquina ainda funciona e agora cria perigosas comidas animalescas mutantes, Flint decide retornar e tentar salvar o mundo.

Muito bom! Agora, confira o trailer DUBLADO do longa:

Antenado ao último viral do momento, os estúdios botaram seus protagonistas para dançar o Harlam Shake! Hahahaha! Vê como ficou:

O filme “TÁ CHOVENDO HAMBURGUER 2” estréia 4 de Outubro 2013.

[FILMES] “AVIÕES” :: Confira um trecho da nova animação da Disney!

Após o sucesso do lançamento de “Carros” (“Cars”, 2006) e a confirmação que apostar em meios de transporte foi algo positivo com a arrebatadora bilheteria de “Carros 2” (“Cars 2”, 2011), os estúdios Disney se preparam para o lançamento de uma animação que tem tudo para fazer os cinéfilos “voarem” para os cinemas (Literalmente): “AVIÕES” (“Planes”, 2013) contará a história de Dusty, um aviãozinho pulverizador que sonha se tornar um avião de corridas. Confira abaixo um trecho (Em inglês) da animação:

O filme “AVIÕES” estreará 9 de Agosto de 2013 nos EUA.