[SERIES] Série NASHVILLE é cancelada… mas nem tudo está perdido!

É isso mesmo que você leu!

Esta semana, o canal de TV norte americano ABC anunciou o cancelamento de alguns shows de sua grade. Um deles, foi o drama musical Nashville: Em sua atual 4ª temporada, a série que conta as histórias das cantoras country Rayna James e Juliette Barns recebeu a foice do cancelamento, deixando fãs e equipe do show extremamente preocupados, visto que não há um final gravado para a temporada que se encerra 25 de Maio. Além disso, revistas especializadas em seriados anunciaram semanas atrás que esta temporada terminaria com uma “bomba”, justificando a sequência para o ano seguinte do show.

Verdade seja dita: A série amarga audiência decrescente desde seu segundo ano e, mesmo gostando do show e do grande número de participações especiais, eu honestamente acreditava que a emissora manteria a série na grade até ela atingir syndication (uma série atinge este direito de ser exibida em plataformas de streaming após atingir 88 episódios; Curiosamente, Nashville encerrará  trabalhos (até o momento) com 87).

Diante da onda de reclamações online, a Lionsgate (produtora da série) se pronunciou com o seguinte tweet:

Nashville_Lionsgate

Isso significa que talvez a série retorne em outro canal/plataforma para uma temporada de despedida, ao menos. Vale lembrar que isso acontece com frequência e vou usar como exemplo a série The Killing, que foi cancelada em seu canal oficial e teve os direitos comprados pelo Netflix para uma temporada final, para encerrar dignamente o show. Honestamente, acho difícil a série “ser abraçada” devido seu alto custo de produção.

Atualmente, a série é exibida pelo canal ABC (Sony, no Brasil), possui 12 álbuns lançados (com colaborações de Christina Aguilera a Steven Tyler) e grande parte do elenco segue em turnê na América do Norte e Europa.

Anúncios

[SERIES] NASHVILLE :: 3×01 – “That’s Me Without You”

Nashville_Cabeçalho1

Encontros, desencontros e um baby boom.

A terceira temporada de “Nashville” começou no rabicho do season finale, inconclusiva. Comecemos por Rayna e seus dois pedidos de casamento: Após ter a mão pedida em cima do palco por Luke, Deacon chega junto no backstage e também pede a mão da cantora. Até aí, sem novidades… mesmo depois de ver o episódio de retorno! A protagonista opta por escolher Luke mas todo mundo sabe que ela vai terminar com o Deacon e, como a temporada acabou de começar, não faz sentido ela juntar as botas com o guitarrista problemático agora. Pensando estrategicamente, a carreira (Lê-se gravadora) dela tem tudo pra aparecer relevantemente aos olhos do público após a união matrimonial das duas maiores estrelas country da história (É tipo Blake Shelton e Miranda Lambert, para um exemplo real). Fato é que ela tá mais perdida que caixa inexperiente em Black Friday e, provavelmente, meterá os pés pelas mãos com Wheeler.

A história de Juliette sim deu uma mexida: Ainda na fossa por Avery ter descoberto que ela deu pro dono da antiga gravadora, a cantora implora pelo perdão do baixista que, com razão, manda a mina a merda. Ela tem tipo um colapso nervoso após participar de uma audição para interpretar um filme musical sobre a vida da cantora Patsy Cline, onde dá umas tesouradas no cabelo. Até aí old Juliette, mas a bomba chega na última cena: O médico que chega para examiná-la diz não poder receitar medicação forte pelo fato da cantora estar grávida. A dúvida que paira é: Quem é o pai da criança? Avery? O dono da gravadora? O playboy dono das estações de rádio? Enquanto aguardamos, fica aqui registrado que essa saída pra personagem serve como uma luva pra atriz, que realmente engravidou! Barrigão real na telinha nos próximos capítulos.

Aquela viagem da Scarlet com o Avery e o Gunnar colou aí? Porque não colou aqui. A cantora não ter superado a “pane” que deu no palco e por isso decidir voltar para sua terra até faz sentido (Apesar de covarde), mas o Avery decidir ir junto por estar puto com Juliette (E de porre) e Gunnar ir por “não cogitar abrir a porta do carro” foi demais pra qualquer cristão… Ele dizer que a namorada dele levou na boa foi mais descabido ainda (Pra quem não lembra, Zoey era melhor amiga de Scarlet, também ex-namorada de Gunnar). O plot só foi válido pelo tombo do Avery e a fuga do bar, pq de resto ó, uma bosta! No fim, Scarlet decide voltar pra Nashville pois lá está sua família de verdade. As vezes os roteirista do seriado pesam a mão na melação e, honestamente, esta foi uma delas.

Finalizo com uma pergunta: Por que o “casal” Will e Layla ainda está no show? No fim da temporada, o cara esquece completamente que sua casa está cheia de cameras devido ao reality show e abre pra então noiva que é gay. O atual episódio traz uma Layla puta da vida por ter sido enganada e um Will perdidasso! Quando eles decidem encerrar o contrato com a produção do reality, BOO-YA, a produtora saca a declaração de Will e sugere sua publicação caso a dupla fuja ao roteiro do “casal feliz” interpretado até o momento. Sabe o que essa dupla precisa? De uma tragédia a lá “Grey’s Anatomy”, onde a galera simplesmente morre sem mais nem menos e a produção só abate da folha de pagamento. Sinceramente, esse lenga-lenga vai estender e não acho que o  plot rende muito mais, dado a mão que os roteiristas pesam a cada episódio do drama.

OBS: Achei interessante a participação da dupla Florida Georgia Line no show do Bluebird. Não conhecia a música e achei bem foda! O próximo episódio traz a participação de Luke Bryan.

Confira abaixo a promo do segundo episódio de “Nashville”:

[SERIES] NASHVILLE :: 2×01/02 – “I Fall To Pieces” e “Never No More”

Nashville

Demorou mas chegou!

2×01 – “I Fall To Pieces”

O segundo ano do “dram-usical” (Is that a word!?) veio com a repercussão do acidente de Rayna James e Deacon Clayborn: Apesar de passar a premiere inteira num coma “vagabundo” de fingido, a veterana country sai dessa visando mudar de vida e deixar todos acúmulos do passado pra trás. Enquanto isso, o mais novo ex-namorado da praça passou um tempo na prisão e bancou o rebelde até mesmo com a sonsa da Scarlet, garantindo que ele causou o acidente de Rayna e que merece pagar por isso. Ao acordar, a cantora o inocenta das acusações e ele é libertado. Encerrando a premiere, Juliette vê a possibilidade do lançamento de seu novo álbum ir pelo ralo dada a devoção dos “James fãs” (Hoje eu tô impossível!), que fazem a coletânea de Rayna “reinar” (HÁ!) nas vendas. Como cada chance é uma oportunidade, Juliette decide juntar-se a eles e compra um CD da Rayna faz um show na porta do hospital da acidentada, com direito a homenagem e o que tem direito. Agora, pensem comigo: Se você tá lá capengando no hospital, qual é a ÚLTIMA coisa que você vai querer durante sua estadia? Um show de quem você detesta talvez esteja no seu TOP5! Se fosse no mundo real, quantos processos a porra do hospital não teria tomado, hein? Podia endereçar tudo pra casa de Barns que, pelo visto, ela garantiria na boa.

Agora falando da parte “coadjuvante” da história, Scarlet comemora a última noite como bartender do Bluebird com uma festinha pros mais chegados. Após recusar o pedido de casamento de Gunnar, o clima entre os dois não vai bem mas isso não impede que o cara apareça no bar e seja uma vez mais esculachado pela, agora, ex. Em contra partida, a sobrinha de Deacon dá cada vez mais bandeira para o fdp do Avery, que de uns tempos pra cá vem se apresentando como “brother da Barns” e “novo Gunnar da temporada”. A minha opinião é que o Gunnar perdeu Scarlet por causa do surto que sofreu com a morte de seu irmão, e talvez ela até tenha razão ao recusar casar com o cara de pronto, mas daí a terminar com ele e sinalizar a favor do ex que só rebaixou ela enquanto pôde… Pera lá! Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Errar uma vez é humano e passível, agora a segunda já é pra esfregar a cabeça do nego em grade de ferro num dia de sol! Ela deveria seguir a atual filosofia da protagonista e tentar a sorte com outro cara também (Que não o Will, fique claro: Se ela for traída por outro cara COM outro cara, os roteiristas vão “tá de lero” com a nossa cara…).

2×02 – “Never No More”

No jogo de Juliette, perder não é uma opção.

Um fator curioso sobre a jovem cantora do seriado é o fato dela não ter limites para se punir em pró de uma conquista. Após conversar com o novo dono da gravadora Edgehill e escutar que “o novo rumo de sua carreira não é interessante para a gravadora” e que ela deveria “voltar a escrever canções adolescentes”, Barns estipula a si mesma que esta não é uma opção que pretende seguir. Após muito pensar, chega a conclusão de que uma maneira de aproximar seu público é mostrando-se vulnerável. Daí, decide gravar um especial intimista para CMT mostrando o lugar pobre onde nasceu e foi criada. É difícil saber quando os sentimentos da vocalista realmente vem a tona, como por exemplo naquele encontro com uma antiga vizinha com cara da Roberta Miranda loira: Fui até o fim da cena esperando alguém gritar “corta” e a mulher entregar ter atuado o encontro. Quando Barns pede pra cortar após receber a colcha (Feia que só o diabo) e se emociona, você vê a máscara da personagem parar nos pés da pedante cantora. E, de repente, em todo lugar que ela olhe está o Avery pra dar uma de “brother da Barns” sem querer nada em troca (Mas sabemos que com o Avery NUNCA é assim).  Na noite que o especial é exibido (Aliás, parece que ele foi gravado, editado e exibido no mesmo dia… Só fodem com a minha profissão!), o novo single de Juliette vai ao topo do iTunes e a cantora fica atiçada pra esfregar a novidade na cara do novo chefe da Edgehill, numa festa que ele apresentará os novos artistas da gravadora como uma cantora tirada de um reality show (“Segundo lugar”, Barns enfatiza) de derruba o trono da loirinha em 15 minutos e o recém-roubado da gravado de Rayna, Will-mão-frouxa. Acredito que agora a batalha Bars/James terá uma trégua para que tenha início a Barns/ex-XFator. É esperar pra ver!

Enquanto Barns tenta fazer de seu novo álbum um sucesso, Rayna acredita ter entrado numa boa fase após o acidente, ao ser exaltada pelo novo dono da gravadora que garantiu não fazer nada por suas costas e lhe garantir total apoio. Mas esse “acordo de cavalheiros” não dura nem 40 minutos (HÁ!²) quando vai atrás de Will e pede que ele assine um contrato direto com a Edgehill e deixe reina na… merda (Não tem palavra melhor). Com isso, ela precisa correr atrás uma nova voz para substituir a vaga deixada pelo cara. Só eu pensei que este substituto poderia ser o Gunnar? Fora o DRAMALHÃO FULLTHROTLE que ele a Scarlet serem os únicos contratados pode trazer pra história… Finalizando o episódio pra Rayna, ela conversa com Deacon e Teddy sobre como sua relação com ambos ficará e mantém a postura do episódio passado: TCHAU! Encerra o namoro com Deacon e sugere que Teddy volte pra sua vida sem ela, saindo de sua casa quando puder. É bom ver isso acontecer, mas não sei pq não levo fé que isso vá durar… Vi a promo do terceiro episódio do terceiro episódio e dei de cara com  o Liam. PorRayna: Como isso é virar a página?

RESUMÃO NASHVILLE: Deacon se encontra com a mão lesionada e no auge da rebeldia colocando a venda todas suas guitarras, com exceção da que ganhou de Barns. Após ir a força com Scarlet a médica, ele descobre que fisioterapia é o caminho para obter 80% de sua mão de volta. Inconformado, decide desistir e se contenta em ser um coitado até Scarlet receber um espírito dizer poucas e boas sobre o quão deplorável é a situação atual do cara; Gunnar sai do bloqueio criativo e escreve uma das melhores músicas da série agora, em homenagem a seu irmão. Fica implícito que o porque dele ter saido dessa foi o possível interesse na amiga de Scarlet. Adivinhem: MAIS DRAMA POR AÍ! E para encerrar, Will descobre que um cara costumava catar é o assistente do chefe da gravadora. Após tremer na base e ver sua possível posição “cantor comedor” ir pelo ralo, o cara garante a ele que não dirá uma palavra sobre o passado que eles tiveram. É claro que não vai ficar gratuito assim e, ADIVINHEM? Mais drama.

[SERIES] NASHVILLE :: 1×17/18 – “My Heart Would Know” e “Take These Chains from My Heart”

Nashville

Sobreviver é a palavra de ordem (Para os personagens e para a série).

A resenha hoje começa por alguém que, apesar dos avisos, fez um grande papel de otária com todos ao redor (Mais uma vez): Juliette Barns. O romance da cantora com o pilantra do Dante, é lógico, terminou mal! Ao não dar ouvidos ao toque de Deacon (Sobre ser manipulada pelo cara), ela encerrou a terapia da mãe com ele e o contratou como empresário. Após Jolene encontrar o fdp catando a “corretora” e reportar a filha, Barns apoio o namorado e mandou internar a mãe de novo. Entretanto, ao primeiro sumiço do cara, Juliette percebeu que os comprimidos que ele acusou Jolene de ter tomado não poderiam ser ingeridos pela mesma dado o fato que ela é alérgica a medicação. Isso somado ao fato que o cara sumiu no mundo (Com a “corretora”) com 500 mil dólares da cantora levam a moçoila perceber a cagada que fez ao confiar no cara e ignorar os avisos da mãe e de Deacon. A história dela caminha para uma reconciliação com a mãe e, quem sabe, ter nela um apoio para seguir com a carreira em frente. Por que não contratar Jolene como empresária?

Definitivamente, a vida de Rayna James é agitada: Após se separar do prefeito de Nashville, embarcou para uma turnê conjunta de Barns em Nova  York e, interrompeu-a ao descobrir que o pai sofreu um ataque cardíaco. De volta a Nashville, percebe a resistência de Lamar sobre sua carreira e levanta bandeira branca, por enquanto. Musicalmente, parabeniza Scarlett pelo contrato enquanto aceita o pedido da cantora para uma nova chance a Gunnar na gravadora. Pessoalmente, aceita viajar com Liam para o México mas dá pra trás no último minuto e aparece na posta do Deacon se declarando. Sobre a relação deles, uma coisa é certa: Eles não podem ver o outro feliz com outra pessoa. O quanto isso incomoda eles é explícito e não tem veterinária ou prefeito da cidade que altere esse panorama. Caso a história encerre nesta temporada, a história da protagonista tá bem encaminhada.

O Gunnar se comportar como um idiota fará Scarlett repensar o namoro, escreve isso… A maneira como ele agiu ao saber que a namorada pediu uma nova chance pra ele na gravadora de Rayna foi digna do Avery! Acho uma merda isso acontecer bem agora que o ex da cantora tá de volta a cidade. Aliás, o que foi ela trocando ideia com ele várias vezes na arena? Não duvido que ela dê um pé no Gunnar pra ganhar do Avery um galho novo na cabeça. O cara já mostrou que não tem caráter e ela “se encantou” pelo fato dele voltar a trabalhar numa função simples (Roadie). O que ela não percebe é que a única coisa que o cara conseguiu foi isso, e não um surto de humildade. Outra cena “What The F*ck!?” foi quando o pegador Will beijou O GUNNAR! Porra, sifudê! Tudo aquilo de mulher dando moral pro cara em tudo que é bar que ele se apresenta e é no Gunnar que ele vai encarnar?? Logo que ele entrou na trama, imaginei que ele daria em cima da Scarlett. Definitivamente, não vejo fundamento nesse plot seguir adiante mas veremos o que os roteiristas preparam para este fim de temporada.

O seriado Nashville ruma ao fim de sua primeira temporada como uma série “legal” de assistir. Digo isso porque a mesma ainda não recebeu sinal verde para uma segunda temporada ou a confirmação de um cancelamento questionável e, num todo, é uma daquelas séries que “não engrenou”. É um show que não arrisca e beira roteiro de novela nacional. O elenco é impecável, a produção musical nem se fala, os cenários e locações são fenomenais e os personagens tem personalidade pra ir muito adiante dos diálogos e situações criadas por seus roteiristas. Caso volte para um novo ano, espero que Nashville venha com gás reforçado pra limar essa sensação de que “tá faltando alguma coisa” deixada pela temporada de estréia.

Confira abaixo a promo do 19° episódio:

[SERIES] RENOVOU ou CANCELOU? Descubra aqui o status de sua série preferida! [Atualização: 11/05]

Uma das maiores (E melhores) opções de programa de qualidade na TV hoje em dia são os seriados. Sou suspeito a falar já que abro mão da TV aberta por um enredo que me faça baixar temporadas e temporadas de uma boa história. Entretanto, quem acompanha seriados a algum tempo sabe que nem sempre aquela história que você A MAIS FODA DE TODAS é a que a audiência norte-americana abraça (Porque sim, meus camaradas: Assim como aqui no Brasil, se a atração não dá audiência o canal some com ela). Muitos são os casos de seriados terem sua exibição encerrada antes mesmo de apresentar ao público todos episódios gravados devido ao baixo rating.

Acompanho muitos seriados (Não só norte-americanos) e sempre procuro me informar de como anda a série pra saber se a assisto com um pé atrás (As vezes, dois) ou se abraço ela de vez! Com algumas, é inevitável que alguma das atitudes aconteça pela empatia/antipatia imediata mas o ideal é segurar a onda. Dado o título, esse post serve pra te deixar por dentro das renovações e cancelamentos no universo dos seriados. Vale lembrar que é uma relação em constante atualização, logo os seriados que não constam nela não receberam sinal verde (Ou vermelho) ainda! Conforme as informações são divulgadas, atualizo por aqui também! Para orientação geral colocarei o status do seriado por canal norte-americano que o exibe, tá certo? LET’S GO!

SÉRIES EM TEMPORADA FINAL

ABC:

Private Practice

CW:

Gossip Girl e 90210

FOX:

Fringe

NBC:

30 Rock e The Office

Os series finale deste ano foram, em suma, sentidos pelo público feminino. O seriado Fringe é um exemplo de que a força da audiência fora da televisão faz a diferença: A série deveria ser cancelada na temporada passada, mas tamanha foi a comoção online que os fãs garantiram seu retorno para uma temporada com desfecho significativo a quem acompanhou seus mistérios desde o episódio-piloto. Já o fenômeno pop (passageiro) Gossip Girl encerrou suas atividades ao revelar a identidade secreta da(o) fofoqueira(o) mais joselita(o) que qualquer roteirista já adaptou! Por fim, a veterana The Office manteve-se bons anos no ar mas a realidade é que ela “morreu” com a saída do protagonista Steve Carell a alguns anos atrás.

SÉRIES CANCELADAS

ABC: 

666 Park Avenue, Don’t Trust The B— In Apartment 23, Last Resort, Zero Hour, Happy Endings, Malibu Country, How to Live With Your Parents, Body of Proof e Red Widow

CBS:

Made In Jersey, Partners, CSI:NY, Vegas, Golden Boy e Rules of Engagement

CW:

Emily Owens M.D. e Cult

FOX:

The Mob Doctor e Ben & Kate 

HBO

Enlightened

NBC:

Go On, The New Normal, Animal Practice, Do No Harm, Up All Night, Withney, Guys With Kids, 1600 Penn e Smash

Oxygen:

The Glee Project

Syfy:

Alphas

TNT:

SouthLAnd, Monday Mornings e Leverage

Essa relação de cancelamentos soa irônica: Até aqui, muitas séries estreantes foram canceladas sem surpresa EXCETO a tão “aclamada pela crítica e público”, Smash e a melhor estréia da fall season Go On. De fato, a primeira temporada do seriado teve uma audiência de tremer na base qualquer que fosse seu concorrente no horário. Entretanto, o que a NBC não contava é que a audiência do musical dependia 100% do programa The Voice, exibido antes do seriado ir ao ar. A segunda temporada veio com a promessa de chutar novas bundas, mas só chutou a própria com uma audiência kamikaze sem o apoio do programa de Shakira e Adam Levine pra lhe adiantar alguma audiência. O canal fez o que pôde, mas não teve jeito. Quanto a Go On: É uma tristeza profunda esse cancelamento! Ressalvas a Emily Owens e ao seriado do macaco (Animal Practice) que, mesmo ruins, mereciam uma segunda temporada “prá constá”! Agora o resto, que vá pro inferno.

SÉRIES RENOVADAS

A&E:

Bates Motel

ABC:

Grey’s Anatomy, Nashville, Scandal, Revenge, Modern Family, Once Upon a Time, The Neighbors, Castle, The Middle e Suburgatory

ABC FAMILY:

Pretty Little Liars e Baby Daddy

AMC:

The Walking Dead e The Killing

BBC:

Sherlock e Ripper Street

CBS:

The Big Bang Theory, How I Met Your Mother, NCIS, Elementary, The Good Wife, Hawaii Five-0, The Mentalist, Mike & Molly, Blue Bloods, CSI: Las Vegas, 2 Broke Girls, NCIS: Los Angeles, Person Of Interest e Criminal Minds

CINEMAX:

Banshee

CW:

Arrow, Hart Of Dixie, Beauty and The Beast, Supernatural, The Vampire Diaries, The Carrie Diaries e Nikita

FOX:

Bones, New Girl, The Mindy Project, Raising Hope, The Following e Glee

FX:

Archer, American Horror Story, Justified, It’s Always Sunny In Philadelphia, Legit, The League e The Americans

HBO:

Game Of Thrones e Girls

HISTORY CHANNEL:

Vikings

ITB:

Downton Abbey

LIFETIME:

Drop Dead Diva

NBC:

Chicago Fire, Grimm, Parenthood, Law & Order: SVU, Revolution, Community e Parks & Recreation

SHOWTIME:

Dexter, Californicaton, House Of Lies e Shameless

SYFY:

Being Human, Lost Girl, Defiance e Continuum

TBS:

Cougar Town, Hot In Cleveland e Conan

TNT:

Dallas

Aqui é só alegria! Com certeza, algum seriado que você assiste já foi renovado! Dentre eles, vale algumas ressalvas: How I Met Your Mother e Dexter retornam para suas últimas temporadas (Grandes chances de Supernatural também); Game Of Thrones, que está na terceira temporada, já foi renovada até a quarta; Como espectador orgulhoso, fiquei amarradão pelas renovações de Arrow, Grey’s Anatomy, Game Of Thrones, 2 Broke Girls, Downton Abbey, Once Upon A Time…

E aí, o que achou das renovações e cancelamentos dessa temporada?

___________________________________________________

[Atualização 19/04]: O seriado GLEE (FOX) foi renovado por mais duas temporadas.

[Atualização 27/04]: Os seriados LAW & ORDER: SVU, PARENTHOOD, GRIMM (NBC) e HART OF DIXIE (CW) foram renovadas para suas respectivas temporadas e as novatas CHICAGO FIRE, REVOLUTION (NBC) e BEAUTY AND THE BEAST (CW) foram renovadas para uma segunda temporada.

[Atualização 01/05]: O seriado DALLAS (TNT) foi renovado para a terceira temporada.

[Atualização 10/05]: Os seriados PARKS & RECREATION (NBC), CRIMINAL MINDS (CBS) NIKITA e THE CARRIE DIARIES (CW) foram renovados para uma nova temporada. Já WITHNEY, GUYS WITH KIDS, 1600 PENN e UP ALL NIGHT (NBC) não tiveram a mesma sorte foram pro limbo.

[Atualização 11/05]: Os seriados COMMUNITY (NBC), DEFIANCE (SYFY), BURN NOTICE (USA), GREY’S ANATOMY, ONCE UPON A TIME, SCANDAL, REVENGE, NASHVILLE, MODERN FAMILY, THE NEIGHBORS, THE MIDDLE, CASTLE e SUBURGATORY (ABC) foram renovados e SOUTHLAND, MONDAY MORNINGS (TNT), VEGAS, GOLDEN BOY, RULES OF ENGAGEMENT (CBS), SMASH, THE NEW NORMAL, GO ON (NBC), HAPPY ENDINGS, MALIBU COUNTRY, HOW TO LIVE WITH YOUR PARENTS, RED WIDOW E BODY OF PROOF (ABC) despedem-se dos fãs e abrem um belo espaço na grade de programação (Principalmente da ABC)!