[SERIES] GREY’S ANATOMY :: Novidades sobre a 13ª temporada do show!

Greys_Anatomy_Season_12

O que será a Shonda preparou para o retorno do drama médico? [CONTÉM SPOILERS]

Muito tempo se passou desde o final da 12ª temporada e a cada dia estamos mais próximos de descobrir como as histórias de Meredith e sua trupe se desenvolveram/desenvolverão dali em diante. Recapitulada rápida da última season finale: Owen e Amelia casaram; April deu a luz ao filho de Jackson num parto realizado por Ben; Stephanie sofre a perda do recente namorado roqueiro; Karev flagra o ex da Maggie acidentalmente em cima de Jo bêbada, após a mesma revelar ainda ser casada; Arizona libera a guarda de Sophia para Callie, liberando assim que a ortopedista voe para NY ao encontro da atual namorada, Peggy (assim, abandonando o show); Meredith percebe a saia-justa iminente ao perceber que Maggie está afim do Dr. Nathan, que ela pegou. Faltou alguma coisa? Acho que, no geral, tá tudo aí… Algumas notícias saíram online sobre a próxima temporada e decidi reunir ela todas aqui para que os fãs do show (assim como eu) não precisem mais “peneirar” a net atrás de alguma coisa interessante sobre os médicos de Seattle. LET THE SPOILER BEGIN!

◙ O Justin Chambers (Karev) publicou no Twitter que a mesa de leitura dos primeiros capítulos da nova temporada acontecem entre 25 e 29 de Julho e as filmagens já iniciam em 1 de Agosto, como você confere abaixo:

◙ Apesar de rolar uma petição online pedindo a demissão de Jesse Williams (Avery) do show devido ao seu discurso no BET Awards 2016, Shonda Rhimes já se pronunciou que o cara continua no show. Em tempo: Jesse foi homenageado na premiação negra e é acusado na petição de causar “racismo contra pessoas brancas” durante seu pronunciamento no evento. É mole? Ainda sobre Willians: vocês lembram  de alguma vez no show ter ouvido falar sobre o pai de Avery? Tudo o que se sabe é que ele abandonou a mulher e o filho por não aguentar o peso do sobrenome da esposa, porém as coisas podem mudar ao descobrir que virou avô e provavelmente dê uma passada em Seattle para visitar o neto. Com a Catherine com Richard, podem esperar drama chegando aí! E sobre seu arco amoroso, quando perguntado pelo TV Line sobre as chances de reconciliação entre seu personagem e April, essa foi a resposta do ator:

“Há sempre uma chance respondeu o ator. “Isso acontece no dia-a-dia de Jackson e April. Eles podem ter uma conversa educada e adulta e em seguida baterem boca, porque é assim na vida real. Eles carregam suas frustrações e rancores”. Ao mesmo tempo, a atração que sentem não diminui. Assim, eles podem brigar e fazer amor na mesma cena, diz o ator, rindo. “É uma relação muito apaixonada com um passado importante. Se há um futuro para essa relação, ainda é teremos muitos pontos de interrogação.”

◙ Maggie deve pedir colo para seus pais adotivos, ao descobrir sobre o envolvimento Grey e Riggs (Cadê o Richard!?). Pelo Twitter, um seguidor perguntou a atriz se, ao descobrir que sua irmã dormiu com o cara que ela gosta, Maggie ficará com raiva de Alex pelo incentivo à Meredith sobre correr atrás de Nathan Riggs. Kelly McCreary respondeu que é possível rolar um desconforto SIM, e completou:

“Olha, esta é uma situação muito, muito sensível, mais do que tudo pois o ego de Maggie estará ferido. Quaisquer que sejam as pessoas envolvidas, fará com que Maggie se afaste deles por um tempo.”

◙ Ainda sobre este envolvimento, uma possível bomba cairá no Grey Sloan Hospital com a chegada de ninguém mais, ninguém menos que… MEGAN HUNT RIGGS! Calma, não virou uma resenha de “The Walking Dead”! Lembra a mulher de Nathan, irmã de Owen, que subiu num avião e sumiu no mapa? Ela foi dada como morta, porém nunca encontraram o corpo, lembra? Tá aí o porque. Como será que o irmão e o marido(?) receberão “a volta da que não foi”? E a Meredith, será que vai reviver aquele clima INCRÍVEL de quando conheceu a Addison Montgomery (Na época, ainda mulher do Derek)? É aguardar pra ver, mas acho que ela devia pular fora que esse navio é Titanic…;

◙ O relacionamento de Karev e Jo está mais ameaçado do que nunca: Na 9ª temporada, Jo menciona pela primeira vez que teve um relacionamento abusivo no passado. Como se constata, já existia um plano para introduzir seu marido desde a sua aparição como personagem recorrente. A atriz ainda entrega um pouco mais sobre o personagem que promete mexer neste arco amoroso:

“Seu marido é super carismático e todos o amavam. Ao mesmo tempo, ele era extremamente perigoso”

Particularmente, o arco que mais tenho curiosidade é da Arizona sem a Callie ao redor (sabe o término que você não supera? Nenhuma delas terminou comigo mas ainda ouço “Chasing Cars” exorcisando essa separação SIM). Infelizmente, nenhuma novidade sobre o casal mais shipado de todos os tempo subiu a superfície até agora. E a quem tem certeza que Sara Ramirez voltará ao show, um pedido: PARA. Sem chance. Se ela voltar, EU MESMO VOU LÁ BUSCAR A PORRA DA IZZIE!

A 13ª temporada de “Grey’s Anatomy” será exibida 22 de Setembro de 2016 pela ABC.

[SERIES] THE WALKING DEAD :: Divulgado pôster de painel da Comic-Con!

Ah Lucille… =[

Fãs de The Walking Dead, preparem-se: Enquanto aguardamos anciosamente para descobrir o destino de qual de nossos personagens preferidos irá de encontro com Lucille, o canal AMC (responsável pela exibição oficial do show) divulgou através do site Entertaiment Weekly o pôster que será usado na Comic-Con de San Diego em 22 de Julho, evento o qual contará com a presença de Andrew Lincoln, Norman Reedus, Steven Yeun, Lauren Cohan, Danai Gurira, Chandler Riggs, Michael Cudlitz, Sonequa Martin-Green, Christian Serratos, Ross Marquand, Josh McDermitt e, claro, o responsável por dar vida ao vilão Negan, Jeffrey Dean Morgan. O elenco comentará os novos rumos do show ao reter o máximo de informações possíveis que estraguem eventuais surpresas.

Sem entregar muito, você confere abaixo a arte mostra o último momento de tensão assistido ao final da 6ª temporada do seriado sobre o apocalipse zumbi:

the-walking-dead-season-7-rick-lincoln-michonne-gurira-cci-key-art-1200-poster-2

Clique na imagem para ampliar

Tenso, né… Assim, finalizo com uma pergunta: Falta muito para Outubro? Essa sétima temporada promete! A série The Walking Dead será exibida pelo canal FOX, em tempo real com a exibição norte-americana.

[SERIES] AMÉM: Confira o trailer da série “O EXORCISTA”!

exorcista_2

Agora você terá um encontro com a Meghan toda semana. /o\

Por essa, ninguém esperava…! O canal norte-americano FOX lançou ontem (16) a promo de uma de suas novas – e aterrorizantes – apostas para a próxima temporada: O Exorcista (sim, é baseado no clássico cinematográfico de 1973)!

Confira a resenha da série, pelas palavras do Cine Pop:

Dirigido por Rupert Wyatt (‘Planeta dos Macacos: A Origem’), ‘O Exorcista’ é um thriller psicológico que acompanha dois padres muito diferentes que cuidam do caso de uma família que sofre de uma possessão demoníaca horrível. O padre Tomas Ortega (Alfonso Herrera, “Sense8”, “The Chosen”) é o novo rosto da Igreja Católica: progressivo, ambicioso e compassivo. Ele mora nos subúrbios de Chicago. Ele não tem ideia de que sua vida tranquila está prestes a mudar para sempre. Enquanto isso, do outro lado do mundo, um outro padre encontra-se trancado em uma luta de vida ou morte com o mal. O padre Marcus Brennan (Ben Daniels, ‘House of Cards’) é um moderno cavaleiro templário, um órfão criado desde a infância pelo Vaticano para fazer a guerra contra seus inimigos. O padre Marcus é tudo que o padre Tomas não é: implacável, abrasivo e totalmente consumido or sua sagrada missão. Eles logo são sugados pelo drama da família Rance, membros da paróquia de Tomas. Na superfície, eles são uma família normal, mas nem tudo é como parece nesta casa. O patriarca, Henry Rance (Alan Ruck) está enlouquecendo aos poucos. A filha mais velha, Katherine (Brianne Howe), tornou-se uma reclusa que se recusa a sair de seu quarto. Sua irmã mais nova, Casey (Hannah Kasulka), acha que ela está ouvindo barulhos estranhos vindos de dentro das paredes. E sua mãe Angela (Geena Davis) tem sido atormentada por pesadelos recorrentes, cada um mais assustador do que o anterior. Angela acredita que há algo na casa, uma presença demoníaca, cada vez mais forte a cada dia. Desesperada, ela implora ao Padre Tomas por ajuda. Separadamente, cada um enfrenta uma tarefa intransponível, mas juntos eles se tornam a única esperança contra uma força maligna que tem mobilizado durante séculos.

E se a história ainda não te convenceu, dá play na promo abaixo deste show que invadirá a telinha no início de 2017:

[SERIES] Série NASHVILLE é cancelada… mas nem tudo está perdido!

É isso mesmo que você leu!

Esta semana, o canal de TV norte americano ABC anunciou o cancelamento de alguns shows de sua grade. Um deles, foi o drama musical Nashville: Em sua atual 4ª temporada, a série que conta as histórias das cantoras country Rayna James e Juliette Barns recebeu a foice do cancelamento, deixando fãs e equipe do show extremamente preocupados, visto que não há um final gravado para a temporada que se encerra 25 de Maio. Além disso, revistas especializadas em seriados anunciaram semanas atrás que esta temporada terminaria com uma “bomba”, justificando a sequência para o ano seguinte do show.

Verdade seja dita: A série amarga audiência decrescente desde seu segundo ano e, mesmo gostando do show e do grande número de participações especiais, eu honestamente acreditava que a emissora manteria a série na grade até ela atingir syndication (uma série atinge este direito de ser exibida em plataformas de streaming após atingir 88 episódios; Curiosamente, Nashville encerrará  trabalhos (até o momento) com 87).

Diante da onda de reclamações online, a Lionsgate (produtora da série) se pronunciou com o seguinte tweet:

Nashville_Lionsgate

Isso significa que talvez a série retorne em outro canal/plataforma para uma temporada de despedida, ao menos. Vale lembrar que isso acontece com frequência e vou usar como exemplo a série The Killing, que foi cancelada em seu canal oficial e teve os direitos comprados pelo Netflix para uma temporada final, para encerrar dignamente o show. Honestamente, acho difícil a série “ser abraçada” devido seu alto custo de produção.

Atualmente, a série é exibida pelo canal ABC (Sony, no Brasil), possui 12 álbuns lançados (com colaborações de Christina Aguilera a Steven Tyler) e grande parte do elenco segue em turnê na América do Norte e Europa.

[SERIES] GREY’S ANATOMY :: 12×01 – “Sledgehammer” [Season Premiere]

Greys_Anatomy_Season_12

O melhor começo de temporada desses 12 anos.

É impossível começar com outra declaração que não essa: A série “Grey’s Anatomy” conseguiu se reinventar novamente, de uma forma como nunca antes vista (e apreciada). Vale lembrar que se você não viu o season finale da 11ª temporada, ENCERRE SUA LEITURA AQUI (Ou prepare-se pra ler os principais spoilers do show). Como vou deixar “o sol pro final do dia”, começo comentando os personagens coadjuvantes da trama:

A corrida para o cargo de novo Chef de Cirurgias do Grey Sloan Hospital chega ao fim neste episódio: On the run, temos a ex-nazi e mãe do Tuck, Miranda Bailey; Do outro, uma PUTA competidora que a mãe do Avery recomendou para concorrer a almejada posição. Ela passa boa parte do episódio sendo um personagem badass que mexe com a auto-confiança de Bailey, esta resgatada nos 45 do 2º tempo graças ao Ben. Ela faz sua apresentação referente ao cargo e, como era de se esperar (eu esperava, ao menos), ela se torna a nova Chef de Cirurgias (amém)!

Resumão de outros personagens: A April volta da guerra e, ao encontrar Avery, fica claro que a coisa não é a mesma e que vem drama por aí com o casal; Arizona se questiona o episódio inteiro pra Edwards por que ninguém quer dividir apartamento com ela, que entrega ser pelo fato de todos acreditarem não estar a altura de viver com alguém tão fo(di)da, até que o novo McDreammy da série chega e topa dividir apartamento com ela por não ser muito popular entre os internos; o Hunt decide que investirá mesmo na Amelia~que era mulher verdade~ e Karev confessa a Jo que sofria bullying no colegial por ser gordinho (ele foi importante assim no episódio).

O caso médico do episódio gira em torno de duas adolescentes atingidas por um trem (SÓ por um trem, coisa leve). A sensibilidade de Callie a faz enxergar que as, até então desconhecidas, na verdade eram namoradas e o então acidente não era exatamente um acidente. A mãe de uma das meninas, que sabia sobre a filha ser lésbica, agendara um acampamento do tipo “sessão descarrego” para a filha ir, no intuito que ela “percebe-se ser hétero”. Desesperada, a menina sugeriu a atitude suicida em conjunto com sua namorada para, enfim, ficarem juntas. Após ouvir a história, Dra. Torres aconselhou a paciente que se matar não resolveria a situação e que essa vibe errada passaria logo, com um desfecho legal para ela. Quando a mãe da menina chega ao hospital, vemos que ela é um dos piores tipos de pessoa que poderíamos encontrar por aí: Preconceituosa, mesquinha e extremamente autoritária, ela “abre” a asa pra cima de Callie após a médica garantir que mandar a filha para um lugar daqueles não seria bom em aspecto algum, dando a entender que já estivera quando mais nova. A mulher dá um barraco e tenta humilhar a médica, que sai com aquele sentimento de “garganta travada”. Mais tarde, ela volta a encontrar Torres e Dra. Pierce e entrega uma das séries que já marca a história do seriado: Na tentativa de humilhar a segunda médica, ela começa a gritar e xingar a profissional que a acerta uma de direita A-NI-MAL! O mais engraçado da série é o fato de que, quando vai enfaixar a mão do soco, os residentes não param de chegar pra parabenizar a médica pela porrada! Hahahahahahaha! Da maneira como foi interpretada a cena, não ficou pastelão em nada (ficou até bem real: Eu daria um abraço em quem socar hater meu por aí #LançadoDesafio ). Ao ir se desculpar pela atitude com a mulher, vemos uma atitude que tardou mas não falhou: O submisso pai d amenina manda a mulher calar a boca, garante que eles não processarão o hospital e ainda garante que caga se a filha é gay ou não, pois está mais interessado na felicidade da garota. Neste momento, a mesma chega da cirurgia e ouve tudo, concluindo o desfecho da história.

Aliás, Maggie foi o grande personagem da season premiere: Não contente em socar mãe de paciente, a médica teve que bancar a “mãe” e fazer suas novas roomates (aKa Meredith e Amelia) voltarem a conversar devido ao rombo na parede da sala que a cunhada fez. No início foi meio besta a treta toda, mas a conversa final foi top e só não superou a atitude de Meredith pegar o martelo e também estourar a parede, estregando a imagem abaixo! Caralho, que série foda.

A primeira cena é daquele centro cirúrgico que vemos desde a primeira temporada, mas a locução já anuncia: Nada será como antes. E de fato, TUDO mudou: Ao menos neste episódio, Meredith passa longe de ser a viúva coitada. A quem temeu o rumo da série com a morte de Derek no último season finale, fica uma certeza: Já passou. A protagonista desponta motivada a provar que, como a saudosa Yang anunciou, “ela é o sol” da porra toda. Minha única dúvida é onde a Zola e o outro bebê foram parar… mas beleza! #PorraShonda

Vale destacar a trilha sonora deste episódio: Rolou basicamente só cover “mela-cueca” de música conhecida (“Wrecking Ball” e “Rude Boy” foram algumas). Eles não poderiam ser mais assertivos e embalar melhor o público que fizeram, foi muito bom de ver e de ouvir este episódio. Por fim, uma certeza: Se a atual temporada mantiver a qualidade geral apresentada nesta premiere, teremos uma GRANDE temporada!

Confira abaixo a promo do segundo episódio da 12ª temporada de “Grey’s Anatomy”:

[TOP20] FATOS MUSICAIS que farão a geração de 2000 gritar “OMFG”!

Sabe quando alguém diz “lembra há 10 anos atrás”? Uma das coisas que faço, sem cogitar, é achar que se trata dos anos 90 MAS NÃO AMIGOS: Se estamos em 2015, já devemos nos remeter a 2005 (Chocante, eu sei)! Mais impactante que esta ~bomba~, é descobrir que o tempo também passou veloz no mundo da música. Confira abaixo 20 fatos musicais que provam que sim, (já) “faz 10 anos que isso aconteceu“:

1. O primeiro hit solo de Beyoncé, “Crazy In Love”, foi lançado 12 anos atrás.

2. A banda Raimundos (e todo o Brasil) sofria o forte desfalque de seu vocalista, Rodolfo, há quase 15 anos.

3. O álbum “… Baby One More Time”(17) de Britney Spears tem mais idade hoje que a própria na gravação de seu primeiro clipe (16). 

4. Aposto que você não lembrava que “Yeah”, o primeiro grande hit do rapper Usher, foi lançado na mesma época que a série “Friends” ainda exibia episódios inéditos. #VoltaFriends 😦

5. Os caras do Green Day dominaram o mundo com o premiado álbum de 2004, “American Idiot”. Dizendo assim, não parece muito… Mas são 11 anos de “Wake Me Up When September Ends”!

6. Conhece a sensação POP atual, Shawn Mendes? Pois ele tinha apensas 4 anos quando Justin Timberlake lançou seu primeiro álbum solo, “Justified”.

7. E falando em Justin Timberlake, há exatos 13 anos a boyband *NSYNC do cara anunciava seu hiatus (Que, tirando uma apresentação especial, dura até hoje).

8. O Twitter foi lançado 1 mês após uma de suas usuárias mais seguidas no site lançar seu primeiro single, “Tim McGraw”. Algum swiftie mata essa?

9. Se você quisesse assistir ao lançamento do sucesso “Numb”do Linkin Park, te desejaria sorte: Nessa época, ainda não existia o YouTube na rede, que hoje tem 1 década de vida.

10. A turnê mundial de despedida das Spice Girls encerrava-se a exatos 7 anos (BÔNUS: O primeiro álbum da girlband completa 20 anos de existência este ano…).

11. Você sabia que a integrante mais velha do quinteto Fifth Harmony (Ally) tinha apenas 5 anos quando Beyoncé e as outra 3 (Sim, 3!) Destiny’s Child lançaram seu primeiro álbum?

12. A inesquecível Cássia Eller “deixou o mundo um pouco mais sem-graça” 14 anos atrás.

13. Você acredita que aquele beijo entre Britney Spears, Madonna e Christina Aguilera ao vivo no VMA já tem 12 anos?

14. Faz 11 anos que Gwen Stefani explicou ao público que “shh is bananas” na hit instantâneo “Hollaback Girl”.

15. Uma das vocalistas do TLC, Lisa Lopes, sofreu um acidente de carro fatal há 13 anos.

16. Lady Gaga é considerada uma artista a frente de seu tempo por muitos especialistas, mas o primeiro álbum da cantora foi lançado antes mesmo do presidente Barack Obama se candidatar ao cargo.

17. Maddie Ziegler, a atriz/dançarina dos clipes “Chandelier”e “Elastic Heart” da Sia, “estreava no planeta” no mesmo ano que o rapper Eminem dominava as paradas musicais com o hit “Lose Yourself” (E chegava aos cinemas também com o filme “8 Miles”).

18. Asererrê-rá… O hit “Ragatanga” do quinteto Rouge viralizou há 13 anos atrás (E, ainda hoje, sempre tem fdp me mandando virar a esquina por causa dessa porra).

19. O single “Umbrella” da Rihanna é três meses mais velho que o lançamento do primeiro iPhone. 

20. “Dirrty”, “Can’t Hold Us Down”, “Fighter”, “Beautiful”… “Stripped”, o álbum de maior sucesso de Christina Aguilera, chegava aos ouvidos do público 13 anos atrás.

[SÉRIES] UM MALUCO NO PEDAÇO :: Jimmy Fallon recria a icônica abertura do seriado “Fresh Prince of Bel-Air”!

anigif_optimized-2769-1422976043-9

Sim, os anos 80 voltaram!

Esta semana, o apresentador mais foda que eu conheço norte-americano Jimmy Fallon resolveu recriar a abertura de um dos seriados mais legais que já assistimos: “Fresh Prince of Bel-Air” (Ou “Um Maluco no Pedaço”, para quem assiste pelo SBT). A produção do cara é impecável e criou o video abaixo que já viralizou a internet:

[TV] E os OSBOURNES vem aí… DE NOVO!

Ozzy e sua família invadirão a telinha mais uma vez!

Ao que tudo indica, “The Osbournes”, um dos reality shows mais malucos e engraçados dos últimos tempos voltará com novos episódios! Segundo o site da Entertaiment Weekly o canal VH1, que está a uma cara conversando com a família sobre a possibilidade de produzir novamente o dia-a-dia da família, parece finalmente ter fechado uma nova temporada da série que terá de 6 a 8 episódios. O “incêndio” começou após Sharon Osbourne, a mulher do roqueiro Ozzy, anunciar esta semana no Twitter a quantidade de episódios, sem dizer em qual emissora o exibirá. Se tudo sair como o esperado, veremos Ozzy, SharoOOOOOon, Jack e Kelly de novo no mesmo frame!

O seriado “The Osbournes” estreou em 2002 pela MTV e teve 3 temporadas.

Você veria mais da rotina de Ozzy & cia?

[SERIES] GREY’S ANATOMY :: 11×01 – “I Must Have Lost It on the Wind”

GreysAnatomy_Cabeçalho1

Procura-se “pessoa”.

O que um show precisa pra durar na telinha norte-americana? Além de trama amarrada, personagens cativantes e reviravoltas em seus plots, a audiência precisa “comprar a brincadeira”, semana após semana. Entretanto, durar 11 anos no ar é um fato realmente impressionante. Não posso mentir que foram 11 anos só de boas histórias mas, no geral, “Grey’s Anatomy” prova ainda ter fôlego para mais algumas temporadas. Sou da opinião de que Meredith e sua trupe deviam ter recolhido seus bisturis a um tempo, pois ainda vemos “muito do mesmo no show” (Ela ter outra irmã fora do casamento, por exemplo). Mas mordi a língua ao duvidar dos roteiristas da Shondaland neste retorno de temporada.

A série retorna no dia seguinte a partida de Yang, apresentando uma “órfã” e impaciente Meredith: Além da partida de “sua pessoa”, ela precisa lidar com a possibilidade do marido mudar pra Washington DC para cuidar do Presidente dos EUA (Seria o Fitz!? Um crossover seria FODA. #Scandal). A médica deixou claro no fim da décima temporada que não acompanharia Derek pois tem sua vida em Seattle e não abrirá mão disso (Fato confirmado após Yang soltar um dos já icônicos diálogos da série: “Você é o sol, não ele”). Achei tão sem noção quão cômico ela aparecer na casa do Alex de madrugada pra ter aqueles papos que levava com Christina. Aliás, ela pedir pro Karev ser sua pessoa foi de cair o cú da bunda! Seguindo a linha de raciocínio da série, NÃO SE PEDE pra alguém ser sua pessoa… Ela se torna e pronto, acabou! Espero, sinceramente, que ele escorregue no quiabo pra ela se ligar que a pessoa dela tem que ser o Sheppard ou a Yang mesmo. A audiência já sabe que ela vai precisar de apoio pois está prestes a descobrir que a substituta de Christina, além de ser pessoa que mais odeia no hospital, é sua irmã! MAIS UMA! #MaternidadeShondaland

Um dos casais mais queridos da série voltou ensaiando uma treta esta temporada: Callie e Arizona conversam sobre a possibilidade de adotarem uma barriga de aluguel, mas a primeira fica insegura com a possibilidade de colocar seu próximo filho nas mãos (No caso, barriga) de outra pessoa. Quando finalmente engole a ideia, Arizona declara a vontade de voltar a estudar num programa foda pra sua carreira, meio que inviabilizando a possibilidade de uma criança pra tão cedo. A insatisfação de Torres é evidente e esse tema movimentará a história das médicas durante a temporada. #AlwaysATreta

Apesar de não estar mais no seriado, a presença de Yang foi constante durante a quase 1 hora de exibição do seriado: Seja lembrada pela falta de apoio recente de Meredith, seja pela tristeza do Owen (Os caras chamando eles pra sair saiu “incômodo” como deveria ser. Deixem o cara em paz.) ou até mesmo pela guerra que travou entre Karev e Bailey, ao passar sua parte do hospital para seu parceiro de residência. Verdade é que os roteiristas não parecem preocupados em apagar uma de suas maiores crias tão cedo. E estão certos! Parar de citar a Christina seria um tiro no pé, bem evitado. Acredito que esta temporada ainda trará fortemente o nome da médica até sua metade, mais ou menos. A menos que role uma tragédia ou algo assim. De qualquer forma, o episódio voltou com fôlego e finalizou com Derek afirmando a Meredith que abriu mão do emprego com o Presidente por escolher ela e a família. A decisão desceu quadrada pra todo mundo (Ele mesmo, Meredith, eu e você) e descobriremos nos próximos episódios o preço de sua decisão. Mas o episódio esteve bem satisfatório!

OBS.1: No caso do cara com câncer, seria de socar a cara na parede se a Shonda matasse a namorada dele. Ainda bem que ela não cortou cabeças logo no primeiro episódio. Se bem que, vindo de um show dela…

OBS.2: A Edwards perdida o episódio inteiro, sem noção ao certo de nada. Depois que o plot dela com o Avery foi pro brejo, a personagem perdeu utilidade pra qualquer núcleo. Tragédia nela!

OBS.3: O Richard dizer que tem uma filha na reunião do A.A. que a irmã de Derek está. Como lidar? Ele cagou 3kg e correu pra pedir segredo, mas fez vista grossa quando ela ia contar o dela. O que a Sheppard esconde?

OBS.4: April e Avery, o sonífero de “Grey’s Anatomy”. Não engulo os personagens e/ou o casal. Podem ir na leva da Edwards também que tá tudo certo!

OBS.5: Sobre a discussão de Grey e Pierce no centro cirúrgico, a primeira percebeu que a segunda não é tão passional assim. E foi um esporro merecido, a Meredith tratou a nova médica como bosta o dia todo…

OBS.6: O que foi o japonesinho dizendo que já sentia saudade do pai, recém falecido? Interpretou melhor que a April em 3 temporadas.

Confira abaixo a promo do segundo episódio da 11ª temporada de “Grey’s Anatomy”:

[youtube:”https://www.youtube.com/watch?v=XrhPS1YlhFU”%5D

[SERIES] NASHVILLE :: 3×01 – “That’s Me Without You”

Nashville_Cabeçalho1

Encontros, desencontros e um baby boom.

A terceira temporada de “Nashville” começou no rabicho do season finale, inconclusiva. Comecemos por Rayna e seus dois pedidos de casamento: Após ter a mão pedida em cima do palco por Luke, Deacon chega junto no backstage e também pede a mão da cantora. Até aí, sem novidades… mesmo depois de ver o episódio de retorno! A protagonista opta por escolher Luke mas todo mundo sabe que ela vai terminar com o Deacon e, como a temporada acabou de começar, não faz sentido ela juntar as botas com o guitarrista problemático agora. Pensando estrategicamente, a carreira (Lê-se gravadora) dela tem tudo pra aparecer relevantemente aos olhos do público após a união matrimonial das duas maiores estrelas country da história (É tipo Blake Shelton e Miranda Lambert, para um exemplo real). Fato é que ela tá mais perdida que caixa inexperiente em Black Friday e, provavelmente, meterá os pés pelas mãos com Wheeler.

A história de Juliette sim deu uma mexida: Ainda na fossa por Avery ter descoberto que ela deu pro dono da antiga gravadora, a cantora implora pelo perdão do baixista que, com razão, manda a mina a merda. Ela tem tipo um colapso nervoso após participar de uma audição para interpretar um filme musical sobre a vida da cantora Patsy Cline, onde dá umas tesouradas no cabelo. Até aí old Juliette, mas a bomba chega na última cena: O médico que chega para examiná-la diz não poder receitar medicação forte pelo fato da cantora estar grávida. A dúvida que paira é: Quem é o pai da criança? Avery? O dono da gravadora? O playboy dono das estações de rádio? Enquanto aguardamos, fica aqui registrado que essa saída pra personagem serve como uma luva pra atriz, que realmente engravidou! Barrigão real na telinha nos próximos capítulos.

Aquela viagem da Scarlet com o Avery e o Gunnar colou aí? Porque não colou aqui. A cantora não ter superado a “pane” que deu no palco e por isso decidir voltar para sua terra até faz sentido (Apesar de covarde), mas o Avery decidir ir junto por estar puto com Juliette (E de porre) e Gunnar ir por “não cogitar abrir a porta do carro” foi demais pra qualquer cristão… Ele dizer que a namorada dele levou na boa foi mais descabido ainda (Pra quem não lembra, Zoey era melhor amiga de Scarlet, também ex-namorada de Gunnar). O plot só foi válido pelo tombo do Avery e a fuga do bar, pq de resto ó, uma bosta! No fim, Scarlet decide voltar pra Nashville pois lá está sua família de verdade. As vezes os roteirista do seriado pesam a mão na melação e, honestamente, esta foi uma delas.

Finalizo com uma pergunta: Por que o “casal” Will e Layla ainda está no show? No fim da temporada, o cara esquece completamente que sua casa está cheia de cameras devido ao reality show e abre pra então noiva que é gay. O atual episódio traz uma Layla puta da vida por ter sido enganada e um Will perdidasso! Quando eles decidem encerrar o contrato com a produção do reality, BOO-YA, a produtora saca a declaração de Will e sugere sua publicação caso a dupla fuja ao roteiro do “casal feliz” interpretado até o momento. Sabe o que essa dupla precisa? De uma tragédia a lá “Grey’s Anatomy”, onde a galera simplesmente morre sem mais nem menos e a produção só abate da folha de pagamento. Sinceramente, esse lenga-lenga vai estender e não acho que o  plot rende muito mais, dado a mão que os roteiristas pesam a cada episódio do drama.

OBS: Achei interessante a participação da dupla Florida Georgia Line no show do Bluebird. Não conhecia a música e achei bem foda! O próximo episódio traz a participação de Luke Bryan.

Confira abaixo a promo do segundo episódio de “Nashville”:

[SERIES] THE OC: Confira como o elenco da série mudou nestes quase 10 anos!

We’ve been on the run
Driving in the sun
Looking out for number one
California here we come”

– “CALIFORNIA“, por Phantom Planet

Todo mundo lembra de programas de TV que cresceu assistindo. A minha adolescência não foi diferente e cresci com o “BOOM” de seriados estrangeiros no país. Desde os veteranos “Married… With Children”, “Full House”, “Alf” até os então novatos “Friends”, “Seinfield” e “The Sopranos”. Entretanto, lembro de ser pego em cheio pelo quarteto Ryan, Marissa, Seth e Summer do saudoso “The OC”! A série era viciante e tenho quase todas as temporadas, que vira e mexe assisto. Foi imediato, no meu caso, a identificação com o Seth do Adam Brody: Ele era um puta nerd, vidrado em HQ’s de super-heróis, que não conseguia fazer amizade pela timidez e julgar a galera por não ouvir rock ou manjar o TOP15 da Billboard! O resumo da minha adolescência.

Hoje vi uma matéria mostrando como o elenco da série envelheceu mudou e decidi repassar aqui para os fãs da família Cohen matar um pouco da saudade finalizada a quase 8 anos! QUASE 8 ANOS DESTA CENA:

FAP FAP FAP

Confiram abaixo o elenco de “The OC” na época da série e hoje em dia:

1. Mischa Barton (Marissa Cooper)

2. Rachel Bilson (Summer Roberts)

3. Adam Brody (Seth Cohen)

4. Benjamin McKenzie (Ryan Atwood)

5. Peter Gallagher (Sandy Cohen)

6. Samaire Armstrong (Anna Stern)

7. Logan Marshall-Green (Trey Atwood)

8. Autumn Reeser (Taylor Townsend)

9. Tate Donovan (Jimmy Cooper)

10. Kelly Rowan (Kirsten Cohen)

11. Melinda Clarke (Julie Cooper)

12. Chris Carmack (Luke Ward)

13. Olivia Wilde (Alex Kelly)

[SERIES] NASHVILLE :: 2×01/02 – “I Fall To Pieces” e “Never No More”

Nashville

Demorou mas chegou!

2×01 – “I Fall To Pieces”

O segundo ano do “dram-usical” (Is that a word!?) veio com a repercussão do acidente de Rayna James e Deacon Clayborn: Apesar de passar a premiere inteira num coma “vagabundo” de fingido, a veterana country sai dessa visando mudar de vida e deixar todos acúmulos do passado pra trás. Enquanto isso, o mais novo ex-namorado da praça passou um tempo na prisão e bancou o rebelde até mesmo com a sonsa da Scarlet, garantindo que ele causou o acidente de Rayna e que merece pagar por isso. Ao acordar, a cantora o inocenta das acusações e ele é libertado. Encerrando a premiere, Juliette vê a possibilidade do lançamento de seu novo álbum ir pelo ralo dada a devoção dos “James fãs” (Hoje eu tô impossível!), que fazem a coletânea de Rayna “reinar” (HÁ!) nas vendas. Como cada chance é uma oportunidade, Juliette decide juntar-se a eles e compra um CD da Rayna faz um show na porta do hospital da acidentada, com direito a homenagem e o que tem direito. Agora, pensem comigo: Se você tá lá capengando no hospital, qual é a ÚLTIMA coisa que você vai querer durante sua estadia? Um show de quem você detesta talvez esteja no seu TOP5! Se fosse no mundo real, quantos processos a porra do hospital não teria tomado, hein? Podia endereçar tudo pra casa de Barns que, pelo visto, ela garantiria na boa.

Agora falando da parte “coadjuvante” da história, Scarlet comemora a última noite como bartender do Bluebird com uma festinha pros mais chegados. Após recusar o pedido de casamento de Gunnar, o clima entre os dois não vai bem mas isso não impede que o cara apareça no bar e seja uma vez mais esculachado pela, agora, ex. Em contra partida, a sobrinha de Deacon dá cada vez mais bandeira para o fdp do Avery, que de uns tempos pra cá vem se apresentando como “brother da Barns” e “novo Gunnar da temporada”. A minha opinião é que o Gunnar perdeu Scarlet por causa do surto que sofreu com a morte de seu irmão, e talvez ela até tenha razão ao recusar casar com o cara de pronto, mas daí a terminar com ele e sinalizar a favor do ex que só rebaixou ela enquanto pôde… Pera lá! Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Errar uma vez é humano e passível, agora a segunda já é pra esfregar a cabeça do nego em grade de ferro num dia de sol! Ela deveria seguir a atual filosofia da protagonista e tentar a sorte com outro cara também (Que não o Will, fique claro: Se ela for traída por outro cara COM outro cara, os roteiristas vão “tá de lero” com a nossa cara…).

2×02 – “Never No More”

No jogo de Juliette, perder não é uma opção.

Um fator curioso sobre a jovem cantora do seriado é o fato dela não ter limites para se punir em pró de uma conquista. Após conversar com o novo dono da gravadora Edgehill e escutar que “o novo rumo de sua carreira não é interessante para a gravadora” e que ela deveria “voltar a escrever canções adolescentes”, Barns estipula a si mesma que esta não é uma opção que pretende seguir. Após muito pensar, chega a conclusão de que uma maneira de aproximar seu público é mostrando-se vulnerável. Daí, decide gravar um especial intimista para CMT mostrando o lugar pobre onde nasceu e foi criada. É difícil saber quando os sentimentos da vocalista realmente vem a tona, como por exemplo naquele encontro com uma antiga vizinha com cara da Roberta Miranda loira: Fui até o fim da cena esperando alguém gritar “corta” e a mulher entregar ter atuado o encontro. Quando Barns pede pra cortar após receber a colcha (Feia que só o diabo) e se emociona, você vê a máscara da personagem parar nos pés da pedante cantora. E, de repente, em todo lugar que ela olhe está o Avery pra dar uma de “brother da Barns” sem querer nada em troca (Mas sabemos que com o Avery NUNCA é assim).  Na noite que o especial é exibido (Aliás, parece que ele foi gravado, editado e exibido no mesmo dia… Só fodem com a minha profissão!), o novo single de Juliette vai ao topo do iTunes e a cantora fica atiçada pra esfregar a novidade na cara do novo chefe da Edgehill, numa festa que ele apresentará os novos artistas da gravadora como uma cantora tirada de um reality show (“Segundo lugar”, Barns enfatiza) de derruba o trono da loirinha em 15 minutos e o recém-roubado da gravado de Rayna, Will-mão-frouxa. Acredito que agora a batalha Bars/James terá uma trégua para que tenha início a Barns/ex-XFator. É esperar pra ver!

Enquanto Barns tenta fazer de seu novo álbum um sucesso, Rayna acredita ter entrado numa boa fase após o acidente, ao ser exaltada pelo novo dono da gravadora que garantiu não fazer nada por suas costas e lhe garantir total apoio. Mas esse “acordo de cavalheiros” não dura nem 40 minutos (HÁ!²) quando vai atrás de Will e pede que ele assine um contrato direto com a Edgehill e deixe reina na… merda (Não tem palavra melhor). Com isso, ela precisa correr atrás uma nova voz para substituir a vaga deixada pelo cara. Só eu pensei que este substituto poderia ser o Gunnar? Fora o DRAMALHÃO FULLTHROTLE que ele a Scarlet serem os únicos contratados pode trazer pra história… Finalizando o episódio pra Rayna, ela conversa com Deacon e Teddy sobre como sua relação com ambos ficará e mantém a postura do episódio passado: TCHAU! Encerra o namoro com Deacon e sugere que Teddy volte pra sua vida sem ela, saindo de sua casa quando puder. É bom ver isso acontecer, mas não sei pq não levo fé que isso vá durar… Vi a promo do terceiro episódio do terceiro episódio e dei de cara com  o Liam. PorRayna: Como isso é virar a página?

RESUMÃO NASHVILLE: Deacon se encontra com a mão lesionada e no auge da rebeldia colocando a venda todas suas guitarras, com exceção da que ganhou de Barns. Após ir a força com Scarlet a médica, ele descobre que fisioterapia é o caminho para obter 80% de sua mão de volta. Inconformado, decide desistir e se contenta em ser um coitado até Scarlet receber um espírito dizer poucas e boas sobre o quão deplorável é a situação atual do cara; Gunnar sai do bloqueio criativo e escreve uma das melhores músicas da série agora, em homenagem a seu irmão. Fica implícito que o porque dele ter saido dessa foi o possível interesse na amiga de Scarlet. Adivinhem: MAIS DRAMA POR AÍ! E para encerrar, Will descobre que um cara costumava catar é o assistente do chefe da gravadora. Após tremer na base e ver sua possível posição “cantor comedor” ir pelo ralo, o cara garante a ele que não dirá uma palavra sobre o passado que eles tiveram. É claro que não vai ficar gratuito assim e, ADIVINHEM? Mais drama.

[CURIOSIDADES] 17 GIFs de como o Photoshop pode transformar celebridades!

Não é mistério para ninguém que há anos meios de comunicação dos mais diversos tipos utilizam de programas de manipulação de imagem para arrumar medidas físicas do fotografado (Seja aquele “inchaço no estômago” até uma espinha que decidiu dar as caras bem no dia da sessão de fotos). O programa mais utilizado para realização dessas manipulações é o Photoshop, mas programas mais simples (E gratuitos) chovem pelos quatro cantos da rede. Confesso que utilizo o programa em todas as fotos que publico, mas não altero medidas ou coisas “muito drásticas” (Uma espinha a toa não tem vez no meu PS!): Só alterno nuances, incluo filtros e substituo texturas para que a fotografia se destaque. Entretanto, muitas revistas e tabloides estrangeiros exageram a mão e transformam pessoas que posam para suas lentes. Abaixo você vê que a vida não é bem como uma capa de revista ninguém! Confira:

Antes E Depois: 17 GIFs Fascinantes De Photoshop
Antes E Depois: 17 GIFs Fascinantes De Photoshop

[SERIES] DOWNTON ABBEY :: 4×01 – “Episode 1”

“Luto: s.m. Profundo pesar causado pela morte de alguém”. No nosso caso,  de alguém que não existe.
Após mais de seis meses do término da terceira temporada, Downton Abbey retorna para um novo ano que “redefinirá tudo”, segundo o criador e seus roteiristas. O episódio começa 6 meses após os ocorridos no series finale (Ou seja, a morte do Matthew) e, como não poderia deixar de ser, o clima não é lá dos melhores na mansão. A Mary segue em luto extremo, recusando-se a reagir a morte do companheiro e isolando o filho George aos cuidados de uma babá mal intencionada (Esta desmascarada e despedida logo em seguida por Lady Grantham, numa das cenas mais badass da personagem até hoje). Grande destaque para as atuações de Tom e Carson no “retorno da viúva a realidade”. O papo inicial de Mary com o mordomo foi difícil de digerir, mas a redenção da viúva de Matthew ao fim do episódio já entrou num dos momentos mais marcantes da série.
Seu pai, Lorde Grantham, ordena que empregados e moradores de Downton deixem a filha em paz para que passe pelo processo de cura sentimental da melhor maneira possível, deixando-a alheia aos acontecimentos administrativos anteriormente liderados pelo ex-marido. Falando nisso, vale comentar que o fato do poder voltar as mãos do Lorde trouxe novamente a tona sua personalidade possessiva e, dado a promo do segundo episódio (Você poderá assisti-la ao fim da resenha), ele terá problemas por causa disso. Para ser mais direto, a impressão que o patriarca de Downton Abbey passa a audiência é que pretende continuar comandando a mansão até o filho de Mary completar 21 anos e, se vocês bem lembram, a administração do cara foi desastrosa e quase mandou a mansão “pro saco”. Se não fosse o dinheiro e as inovações administrativas de Matthew, a série mudaria de nome na temporada passada para “Downton Laje” ou “Puxadinho Abbey”, mas isso não vem ao caso…
Para ser sincero ao roteiro, o episódio começa com partida de O’Malley na calada da noite. A ex-empregada de Downton deixa uma carta justificando que foi contratada pela mãe de Rose (Aquela que se amarrou no penteado que ela fez temporada passada) e não sabia como tratar o assunto com sua senhoria senão assim. A saída dada para a baixa do elenco foi genial e não deixou arestas abertas quanto a personagem. Sua partida deixou os funcionários em polvorosa durante a manhã e Rose, que ainda hospeda-se na mansão, em maus lençóis pela atitude contestável de sua mãe. Envergonhada, ela toma a iniciativa de procurar uma nova funcionária pessoal para Lady Grantham ao deixar um anúncio no correio de um vilarejo próximo. Uma das concorrentes mais qualificadas para a vaga é Edna: Eu facilmente teria passado quem ela é, mas minha namorada lembrou na hora que ela foi a empregada que deu em cima do Tom e foi despedida em seguida na outra temporada. Pelo fato de só Sra. Hughes, Tom e Sr. Carson saberem do fato, ao descobrirem que a piriguete medieval tá pra voltar ao casarão, certa tensão implícita se instaura. Juntos, decidem não revelar a atitude da provável contratada mas redobrar atenções as atitudes da mulher. Será que desta vez ela conseguirá mexer com a cabeça do ex-marido de Sybil?
De resto, vemos Anna e Bates com sintonia melhor impossível, uma parcela obscura (e inesperada) do passada do mordomo Carson e Thomas levando crédito por acidente. Senti que Downton Abbey voltou com um episódio forte (Como era esperado) para anunciar uma temporada determinante. Quem tá comigo?

[SERIES] BROOKLYN NINE-NINE :: 1×01 – “Pilot”

Uma versão de “Loucademia de Polícia” dotada de previsível extrapolado.

Foi dada largada em mais uma Fall Season! Com ela, chovem episódios pilotos para os mais diversos gostos : Ação, drama, comédia e… besteirol. Conforme as promos foram distribuidas durante o ano, fiz uma relação de apostas para a temporada que acabou de chegar (Confira aqui) e já bate um sentimento “vergonhoso” em ter apostado num piloto tão sem-vergonha como foi o de BROOKLYN NINE-NINE.
 
A nova aposta da FOX é a comédia (Mais besteirol que qualquer outra coisa) que traz como protagonista o ex-SNL Andy Samberg no papel de Jake Peralta (Sério: Peralta), o melhor detetive do departamento de polícia do Brooklyn, que desvenda crimes através de seu jeito atrapalhado e impulsivo. Jake compete pela maior quantidade de resoluções criminosas com Rose e, logo no piloto, entrega que eles formarão casal no série. A detetive faz a linha séria, incorfomada pelo fato do cara resolver as situações “na cagada” enquanto ela se esforça pra fazer o certo, da melhor maneira possível.
O esquadrão passa por um momento de transação com a chegada Holt, o rígido novo capitão do time. Intolerante a brincadeiras e perda de tempo, Holt menciona no fim do episódio ser gay assumido, quebrando o estereótipo e entregando o único fator surpreendente até aqui. O resto dos personagens são definidamente protagonistas e escadas escancaradas para as piadas de Peralta. Cenas que valem o destaque são a do Sargento Terry (Pai do Chris em “Todo Mundo Odeia o Chris”, lembra?) atirando descontrolado num manequim e a do funcionário “politicamente correto” que derruba o bagel e pisa, em seguida, nele. De resto, nem a dança do robô salvou.
A verdade é que a série, aguardada como grande hit da temporada FOX-ana, peca pelos excessos: Excesso de piadas prontas, excesso de personagens de perfis “esgotados” em tantas outras séries, excesso de babaquice do protagonista (O ator só faz esse tipo de papel, dificultando comparações de atuação com papéis que destacassem seu – possível – talento, além do cômico) e o apoio excessivo dos coadjuvantes que assinam embaixo do comportamento imaturo do policial.  
SALDO FINAL: Apesar de não estar passando “por um dia difícil”, não consegui rir de uma piada deste piloto, diferentemente de outras que como 2 BROKE GIRLSTHE EXES e NEW GIRL, que me fazem rir sem sequer pensar! A série é bem amarrada visualmente e tem edição competente, mas é rasa e não funciona pra mim. Apesar disso, vou na melhor de três e dar até o terceiro episódio a chance da série se reerguer (Graças a essa “prática”, sobrevivi ao piloto medonho de CHICAGO FIRE e vi que a série tinha algo a apresentar). Se os roteiristas desta comédia pegarem de jeito para CRIAR (E não só copiar. Só pelo piloto, chega), a série pode garantir bom público e, quem sabe, uma renovação. Acredito que BROOKLYN NINE-NINE é o caso ame ou odeie. No meu caso, a segunda levou a melhor. Samberg: Mais duas chances!

Confira abaixo a promo da série: